Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL

 

A Fortaleza de São Julião da Barra foi mandada construir em 1553 pelo então Rei D. João III, como um reforço da defesa da cidade de Lisboa e do seu porto, tendo sido considerado como o «Escudo do Reino».

A construção desta Fortaleza surge na sequência das obras efetuadas nas costas marroquinas, onde já trabalhara Miguel de Arruda, o Arquiteto que a desenhou. Foi um dos primeiros exemplares maneiristas de fortificação abaluartada construídos em Portugal, vindo a enfrentar as muito poderosas forças de Filipe II que, no entanto, nunca a chegaram a conquistar, tendo o alcaide e os seus homens optado por a entregar.

A Fortaleza de São Julião da Barra, erigida no local onde existia uma ermida em honra do padroeiro dos barqueiros, S. Gião, foi o mais poderoso elemento do sistema de defesa do Litoral lisboeta, tendo defendido a barra do Tejo, cruzando fogo com a Torre do Bugio.

As últimas missões militares deram-se em 1831 e 1833, na luta entre absolutistas e liberais.

Esta Fortaleza veio a integrar-se na última linha de resistência das chamadas Linhas de Torres, construídas para fazerem face às Invasões Francesas. Porém, desde os meados do séc. XVIII, funcionou essencialmente como aquartelamento e prisão de Estado.

Para além da missão militar de defesa, funcionou como colégio de educação, como prisão, destacando-se o cárcere do General Gomes Freire de Andrade.

A partir de 1951, até aos nosso dias, é utilizada para atos de representação do Ministro da Defesa Nacional e também como espaço para a realização de eventos privados.

A Fortaleza de São Julião da Barra foi classificada como imóvel de interesse público pelo Decreto nº 41191/57, de 18 de julho.

 

Localização

Estrada Marginal, 2780 Oeiras
Latitude: 38º 40' 21" N
Longitude: 9º 19' 34" O

A Fortaleza de São Julião da Barra pode ser utilizada nas seguintes situações:

  • Cedência de Espaços
  • Visitas de Grupos

 

Cedência de Espaços

A Fortaleza de São Julião da Barra (FSJB), pela sua história, localização e versatilidade, poderá ser utilizada para eventos corporativos e empresariais, nomeadamente, conferências, colóquios, seminários, apresentações, reuniões, jantares e cocktails, entre outros.

 

Procedimentos para a cedência de espaços

Os pedidos de cedência para utilização da FSJB devem ser dirigidos à seguinte entidade:

Chefe do Gabinete do Ministro da Defesa Nacional
Ministério da Defesa Nacional
Email: gabinete.ministro@mdn.gov.pt

A autorização relativa à realização do evento carece de: 

  • Informação do dia pretendido
  • Hora do início
  • Duração do evento
  • Indicação do número de pessoas previstas
  • Identificação completa do requerente
  • Contactos do requerente (telefone e morada)
  • Descrição detalhada do evento a realizar
  • Identificação do espaço a ceder
  • Materiais e decoração a empregar

Para mais informações contactar as Relações Públicas da Secretaria-Geral do Ministério da Defesa Nacional:

Tel: 213038520

Email: dscrp@defesa.pt

Para mais informações consulte aqui a Brochura de Eventos do FSJB.

 

Visitas de Grupos

A Fortaleza de São Julião da Barra (FSJB) devido à sua importância histórica, enquanto património nacional e sendo um monumento arquitetónico militar, recebe visitas culturais e de estudo, acolhendo visitantes de todo o país provenientes de Escolas, Associações, Centros de Formação, Universidades, Câmaras Municipais, entre outras Instituições.

 

Procedimentos para a marcação de Visitas de Grupos:

A solicitação de visitas  à Fortaleza deve ser dirigida, com uma antecedência mínima de dez dias úteis, à seguinte entidade:

Chefe do Gabinete do Ministro da Defesa Nacional

Email: gabinete.ministro@mdn.gov.pt

No pedido de autorização relativo às visitas deverá constar o seguinte:

  • Informação do dia pretendido
  • Hora do início
  • Indicação do número de pessoas
  • Descrição do grupo de visitantes
  • Identificação do requerente
  • Contactos do requerente (telefone e morada)

Se necessitar de mais informações contacte:

Para mais informações contactar as Relações Públicas da Secretaria-Geral do Ministério da Defesa Nacional, através dos seguintes contactos:
Tel: 213038520

Email: dscrp@defesa.pt

Para a preparação da visita recomenda-se a consulta do Roteiro Informativo do FSJB.

 

 
Atualizado em: 18-07-2018 10:47