2.6.7 - Património histórico e cultural

A Defesa de Portugal 2015

A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / As Forças Armadas Portuguesas 97 EVOLUÇÃO DOS EFETIVOS QUE CONCLUÍRAM FORMAÇÃO NA ESE (1994-2014) TOTAL: 5.289 ALUNOS Escola dos Serviços e ESE); Nível 3 - Polos de formação. Os polos de formação são materializados por unidades militares que, face às suas características, dimensão, estrutura, capacidades e especificidades, são escolhidas para ministrarem certos tipos de formação. Subjacente a todo este processo, está a ideia que o Exército, através da sua estrutura formativa, deverá procurar que toda a formação ministrada seja dotada de elevados padrões de qualidade, garantindo a sua certificação e reconhecimento exterior, contribuindo para a valorização do seu potencial humano e dotando os seus militares em RC/ RV com as ferramentas possíveis que lhes permitam uma melhor reinserção na vida civil. 2.6.7 PATRIMÓNIO HISTÓRICO E CULTURAL MUSEOLOGIA, ARQUIVÍSTICA, BIBLIOTECONOMIA E HERÁDICA MILITAR A Direção de História e Cultura Militar (DHCM), com recurso a práticas e meios científicos de gestão, pesquisa, investigação e divulgação, tem contribuído para a coordenação e dinamização das atividades de natureza cultural do Exército, nos domínios da museologia, da arquivística, da biblioteconomia e da heráldica militar, facilitando o acesso ao seu património histórico, cultural, documental, material e imaterial. MODELO DE FORMAÇÃO DE OFICIAIS E SARGENTOS Em RC/RV Praças em RC/RV


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above