2.5.7 - Património histórico e cultural

A Defesa de Portugal 2015

68 2.5.7 PATRIMÓNIO HISTÓRICO E CULTURAL Para os portugueses, o mar tem uma dimensão cultural muito expressiva. O significado e legado histórico dos descobrimentos e o teor cultural e técnico-naval herdado não têm paralelo no mundo. A divulgação cultural e a preservação da memória histórica marítima de Portugal são fatores marcantes para que a identidade marítima se mantenha forte e os portugueses se valorizem e beneficiem dos proveitos do mar. A Comissão Cultural da Marinha superintende os órgãos de natureza histórica, cultural e científica da Marinha, que incluem o Museu de Marinha, o Planetário Calouste Gulbenkian, o Aquário Vasco da Gama, a Biblioteca Central da Marinha, a Revista da Armada e a Banda da Armada. Para além destes organismos, a divulgação cultural e histórica é, ainda, realizada pela Academia de Marinha. A Biblioteca Central de Marinha, que integra o Arquivo Histórico, é uma fonte especializada de referências e documentos históricos para investigação sobre a Marinha e os assuntos do mar, que serve cerca de 1000 utentes por ano. O Museu de Marinha tem sido o segundo museu mais visitado do país, com uma média anual de 145.000 visitas. Para além do espaço museológico instalado no Mosteiro dos Jerónimos, conta ainda com a exposição permanente da fragata D. Fernando II e Glória e do submarino Barracuda, em Cacilhas. O Planetário, com uma média de 700 sessões e 75.000 visitantes anuais, é um equipamento que tem dado a conhecer a miúdos e graúdos o mundo das estrelas e os planetas do sistema solar, contribuindo para a sua formação escolar e conhecimento do cosmos. A Banda da Armada é uma marca da Marinha que, para além de transmitir os sons dos mares nos seus cerca de 100 concertos anuais, contribui para a sensibilização musical de jovens em todo o país. A Revista da Armada é uma das principais fontes de notícias, comunicação estratégica, memórias marinheiras e divulgação dos assuntos da Marinha, dirigindo-se aos que prestam e aos que prestaram serviço na organização e ao público em geral. Com edição anual de 11 números desde 1971 e uma tiragem mensal de 4500 exemplares, a revista conta já com mais de 490 números publicados. Desde 2010 passou a ter todas a publicações disponíveis para consulta em suporte digital. A Academia de Marinha é um órgão de natureza cultural, que integra um conjunto de personalidades notáveis do meio cultural e académico português, que se distinguem ou distinguiram nas áreas da história, das ciências e das tecnologias navais e marítimas. Entre outros, esta Academia tem como principais objetivos: promover e executar estudos e trabalhos de investigação científica no domínio da história, das ciências, das letras e das artes, nos aspetos relativos ao mar e às atividades marítimas, e divulgar os seus resultados; publicar estudos, obras bibliográficas e outros documentos; e realizar reuniões de carácter científico e cultural, de discussão e divulgação, sobre as ciências e atividades ligadas ao mar. Em média, a Academia de Marinha promove anualmente a realização de 45 conferências e edita cerca de 5 livros.


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above