Page 62

A Defesa de Portugal 2015

62 Os helicópteros Lynx (5) são meios orgânicos das fragatas e ampliam significativamente a capacidade de deteção, projeção de forças, combate e apoio logístico dos navios. Estas aeronaves têm como missão principal a ação conjugada com o navio-mãe na luta antissubmarina, dispondo para este efeito de sonar de profundidade variável e torpedos. Os fuzileiros constituem um corpo militar organizado em diversas tipologias de forças com valências específicas para realizar operações anfíbias (do mar para a terra) e de proteção marítima. Destacam-se, neste corpo, as valências do Destacamento de Ações Especiais na realização de operações especiais. Os fuzileiros, operando a partir de unidades navais no mar, são elementos essenciais para, de acordo com competências próprias ou em apoio a forças e serviços de segurança, executar abordagens no alto mar e garantir o assalto a navios sob suspeita ou a executar atividades ilícitas, como sejam os atos de terrorismo e de pirataria marítima, de transporte ilegal de armas e estupefacientes, entre outros atos de caráter violento e elevada perigosidade. Os mergulhadores da Marinha estão organizados em três destacamentos e constituem uma força cujas missões incluem o apoio a operações de salvamento marítimo, a participação em ações de inspeção e desobstrução de portos e canais de acesso, a manutenção de estruturas submersas, tais como boias e balizas, ou, ainda, a inativação de engenhos explosivos. Esta força opera veículos submarinos autónomos para ações no âmbito da Guerra de Minas.


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above