Page 25

A Defesa de Portugal 2015

25 A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / A Defesa Nacional No âmbito deste novo modelo: • Por um lado, reforça-se a mensagem da componente militar da Defesa Nacional, através de uma maior interactividade e da inclusão de um espaço específico destinado a cada um dos ramos das Forças Armadas; • Por outro, abre-se um espaço à participação e intervenção de outras instituições com missões no âmbito das componentes não militares da Defesa Nacional, tuteladas pela Presidência do Conselho de Ministros e pelos Ministérios da Administração Interna, da Educação e Ciência e da Saúde, bem como por diferentes Secretarias Regionais dos Governos das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, evidenciando o âmbito bem mais alargado e multidimensional em que este dever se insere. • Neste enquadramento, as intervenções das entidades representativas das componentes não militares da Defesa Nacional têm assegurado a dinamização de um conjunto de conteúdos e de atividades que se vêm revelando do maior interesse e utilidade para os nossos jovens, nomeadamente no sentido da prevenção de um conjunto de problemas a que este público-alvo se encontra especialmente exposto. Assim, a título de exemplo, são abordados temas como o Tráfico de Seres Humanos, as diversas vertentes da Violência Doméstica e no Namoro, a Toxicodependência, o Alcoolismo, a Dependência do Jogo, a Segurança Digital (cyberbullying, vírus, e-commerce, jogos online, etc.), temáticas relacionadas com a segurança e proteção veiculadas pela Guarda Nacional Republicana e pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, e, ainda, temáticas localmente contextua- EXTENSÃO DO DDN ÀS MULHERES Fonte: OCRD DIA DA DEFESA NACIONAL


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above