Page 234

A Defesa de Portugal 2015

234 PLANO VULCANO/FAUNOS 6.4.4.3. FORÇA AÉREA A Força Aérea disponibiliza os seus recursos, conhecimento, autoridade e organização operacional, no âmbito das competências que lhe são próprias ou em coordenação com outros organismos da administração do Estado, para, em situações de acidente grave ou catástrofe, realizar ações aéreas com a finalidade de prestar auxílio à população. O cumprimento das missões de proteção civil representa um esforço permanente para a Força Aérea, com um conjunto de meios aéreos prontos (AL III, C-130H, C-295M, EH- 101, Falcon 50 e P-3C) estacionados ao longo do território, destacando-se as Bases Aéreas do Montijo, Beja e Lajes e os Aeródromos de Manobra de Ovar e de Porto Santo que, na vertente do apoio a estas missões acolhem permanentemente meios próprios ou destacados para Evacuação Sanitária, em particular nas Regiões Autónomas e outras atividades solicitadas pelas estruturas de proteção civil. Estas unidades também apoiam permanentemente os meios aéreos de combate a incêndios e de busca e salvamento ao serviço da ANPC. EMPENHAMENTO DE MEIOS DA FORÇA AÉREA (POR TIPO DE MISSÃO) transporte aéreo reconhecimeno visual evacuação aeromédica transporte de órgãos total 300 250 200 150 100 50 0 tripulantes 27 141 15 6 189 aeronaves 7 46 3 2 58 horas voadas 19 192 11 30 252


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above