Page 195

A Defesa de Portugal 2015

A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / Economia de Defesa 195 5.1.5 PROJETOS DE I&D INTERNACIONAIS Os projetos de I&D aqui mencionados representam um esforço comum para desenvolver a cooperação internacional com a participação por meio de programas e projetos da Agência Europeia de Defesa (EDA), contribuindo para o aumento das competências nacionais. EUROPEAN UNMANNED MARITIME SYSTEMS FOR MINE-COUNTER-MEASURES AND OTHER NAVAL APPLICATIONS (UMS) O UMS encontra-se em execução no âmbito da EDA com a participação de 11 países. O objetivo do programa UMS é o de contribuir para a criação de um conceito técnico e operacional dos futuros sistemas marítimos não tripulados (Unmanned Maritime Vehicles - UMV) que inclui UUV (Unmanned Underwater Vehicles), USV (Unmanned Surface Vehicles) e outros meios marítimos fixos como boias que poderão ser usadas para melhorar as capacidades europeias numa série de aplicações navais. Com base no conjunto de interfaces físicas e funcionais (standards), serão lançados projetos de I&D específicos para produzir e demonstrar componentes que poderão ser instalados nos vários USV e UUV europeus. O conceito será demonstrado para medidas antimina e no âmbito de outras operações navais. Atualmente Portugal participa em 3 projetos deste programa. JOINT INVESTMENT PROGRAMME ON CBRN PROTECTION (JIP-CBRN) Embora esteja a ser executado no âmbito da EDA, as atividades deste programa estão a ser coordenadas dentro do Quadro de Cooperação Europeia, que inclui a Comissão Europeia e a Agência Espacial Europeia (ESA). As atividades de investigação foram identificadas no âmbito do sétimo Programa-Quadro (7PQ) de investigação da União Europeia no âmbito do tema da Segurança. Os objetivos do programa deverão contribuir para as principais áreas de capacidade CBRN identificadas, nomeadamente: CBRN Militar (Conhecimento Situacional, incluindo deteção e identificação), Descontaminação, Modelação e Simulação em contexto CBRN, problemas de integração e Proteção Individual e Coletiva. No âmbito deste programa, Portugal participa em dois projetos tendo obtido um retorno financeiro geográfico de cerca de 125%, o que é uma prova da capacidade e qualidade das instituições nacionais que trabalham em áreas relacionadas com os assuntos de CBRN. COMBAT EQUIPMENT FOR DISMOUNTED SOLDIER (CEDS) Este programa pretende identificar as possibilidades oferecidas pelas tecnologias existentes e/ou inovadoras para posteriormente recomendar a implementação em sistemas do “soldado do futuro”, ou identificar possíveis tendências de investimento em I&D para melhorar o desempenho dos atuais sistemas. Os tópicos principais selecionados no âmbito deste programa são: a observação, a energia, os fatores humanos e a capacidade de sobrevivência. Este programa compreendeu o lançamento de um pedido de projetos em cada um dos tópicos acima mencionados e Portugal obteve o retorno financeiro geográfico mais alto de sempre em programa deste género, tendo conseguido a participação em seis dos sete projetos aprovados, o que é mais uma prova da capacidade e qualidade das instituições nacionais e um forte alento para uma aposta contínua e sustentada na atividade de I&D em contexto cooperativo internacional europeu. FORMULATION & PRODUCTION OF NEW ENERGETIC MATERIALS (FPNEM) Este projeto enquadra-se no estudo do desenvolvimento de novas Munições Insensíveis (IM), com o objetivo não só de reduzir a probabilidade de iniciação inadvertida de explosivos e os efeitos destrutivos e outros danos colaterais em plataformas de armas, sistemas logísticos e de pessoal, como também de desenvolver o lançamento de novos projeteis com maior performance. O projeto pretendeu desenvolver materiais energéticos novos e formulações que não estão comercialmente disponíveis, tendo decorrido entre 2011 e 2014, tendo o LEDAP como entidade nacional responsável pela quota-parte nacional da execução do projeto.


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above