Page 187

A Defesa de Portugal 2015

A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / Economia de Defesa 187 5.1.1.3. CENTRO DE INVESTIGAÇÃO DA ACADEMIA MILITAR (CINAMIL) – ACADEMIA MILITAR O CINAMIL, é uma estrutura de Investigação e Desenvolvimento (I&D) da Academia Militar, e tem por missão promover ou participar em colaboração com outras instituições da comunidade científica nacional ou internacional, na realização de projetos de I&D e na divulgação de conhecimento científico, nomeadamente em áreas de interesse para a segurança e defesa nacionais. O CINAMIL, como centro de investigação, goza de autonomia técnica e científica e tem ainda por missão apoiar as atividades de I&D do Exército e da Guarda Nacional Republicana (GNR). As linhas de I&D do CINAMIL, que englobam as áreas de interesse para a Defesa e a Segurança, que são representativas das competências e capacidades da Academia Militar (AM), do Exército e da GNR, e que contribuem para os ciclos de estudo em vigor (1º, 2º e 3º), são as seguintes: • Estudo das Crises e dos Conflitos (compreendendo a Polemologia, História Militar, Relações Internacionais, Direito Humanitário e dos Conflitos Armados, Direito Penal, Sociologia Militar e Modelação do Conflito e da Cooperação); • Gestão de Crises (compreendendo o Planeamento da Gestão de Crises, Segurança Humana, Liderança de Crises, Gestão do Risco, Gestão da Informação Estrutural e Funcional, Gestão da Comunicação, Direito Humanitário, Direito penal e Modelação do conflito e da cooperação); • Apoio à Decisão e Guerra de Informação (compreendendo a Estratégia, Gestão e Planeamento, Metodologias e Sistemas de apoio à decisão, Inteligência Económica, Direito Internacional, Administrativo e Constitucional, Informação Geográfica, Simulação da Dinâmica de Sistemas Complexos, Segurança da Informação e Ciberdefesa e a Análise Forense); • Ambiente Operacional (compreendendo o Comando e Controlo, Informações, Operações, Logística e a Simulação de Combate); • Comando, Liderança e Fatores Humanos (compreendendo a Ética e Deontologia, Comando e Liderança, Psicologia, Sociologia, Comunicação e Gestão de Perceções e os Recursos Humanos); • Medicina Operacional (que compreende a Medicina Operacional e a Motricidade Humana); • Tecnologias de Apoio à Segurança e Defesa (compreendendo a Robótica e Veículos Nãotripulados, Explosivos, Tecnologias Energéticas e dos Materiais, Sistemas de Comando e Controlo, Sistemas de Combate, e as Tecnologias de Defesa NBQR, Biotecnologias e de Proteção Ambiental).


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above