Page 185

A Defesa de Portugal 2015

A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / Economia de Defesa 185 MONICAN O projeto MONICAN (MONItorização do CANhão da Nazaré) decorreu entre 2009 e 2011 e teve por objetivo principal a implementação de um sistema de monitorização em tempo real das condições oceanográficas na área do Canhão da Nazaré. Financiado pelo mecanismo EEA Grants 2004-2009, este projeto associou o IH, o SINTEF (instituição de investigação norueguesa nas áreas das ciências e tecnologias marinhas) e a Câmara Municipal da Nazaré e permitiu a instalação ao largo da costa portuguesa das duas primeiras boias ou plataformas multiparamétricas com transmissão de dados para terra em tempo real, uma ao largo das Berlengas, em fundos de cerca de 1 800 m, e a segunda a cerca de 12 quilómetros ao largo da Nazaré, sobre fundos de 90 m. As plataformas multiparamétricas, instaladas pelo projeto MONICAN, medem a agitação marítima, o vento e outros parâmetros meteorológicos, a corrente na primeira centena de metros de profundidade, a temperatura da água do mar, a concentração de clorofila e de partículas sedimentares em suspensão e o oxigénio dissolvido, com transmissão horária dos dados, via satélite. Na plataforma instalada mais ao largo, entre a reserva das Berlengas e os corredores de navegação, foi instalado um sensor de alerta de derrames de hidrocarbonetos. No quadro do projeto, o sistema MONICAN integra ainda duas estações maregráficas costeiras, instaladas nos portos da Nazaré e de Peniche, e uma estação meteorológica costeira, em Ferrel. Este projeto contemplou, igualmente, um trabalho de implementação de modelos numéricos vocacionados para a simulação e previsão das condições oceanográficas na área do Canhão da Nazaré. Os desenvolvimentos alcançados, na utilização de modelos com capacidade de assimilação e na previsão operacional em geral, podem ser diretamente implementados noutros domínios geográficos. Este trabalho veio reforçar a capacidade do IH no apoio às operações navais e marítimas e contribuir para o desenvolvimento nacional nas vertentes científica, técnica ou económica. METOCMIL O projeto METOCMIL (apoio meteo-oceanográfico às operações navais e marítimas) visou o desenvolvimento na Marinha de uma capacidade operacional de apoio ambiental às operações militares, em qualquer teatro de operações, desde a escala global à escala litoral/portuária, sendo esta capacidade empregue, igualmente, no apoio às operações marítimas. Para este desiderato, foram implementados e integrados operacionalmente nesta ferramenta diferentes modelos numéricos de previsão meteorológica, de circulação oceânica e de agitação marítima, visando a construção e a difusão de produtos GEOMETOC de apoio à tomada de decisão. Este projeto contempla, também, a construção de novas ferramentas de difusão da informação METOC, adaptadas às capacidades e aos requisitos das comunicações militares.


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above