Page 173

A Defesa de Portugal 2015

A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / Planeamento e orçamento de Defesa 173 4.1.3. EXECUÇÃO ORÇAMENTAL VERSUS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS VERTIDOS NA ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA DESIGNADA POR “DEFESA 2020” MÉDIA DOS 20 ANOS EM ANÁLISE, DOS TRÊS GRANDES GRUPOS DE DESPESA VERSUS OBJETIVO POLÍTICO PARA 2020 Tomando como referência os valores das metas estabelecidas na reforma da Defesa 2020, verifica-se que a média do peso relativo dos três grandes grupos de despesa no total das despesas fica um pouco aquém daqueles referenciais. No entanto, em 2014, a despesa com Pessoal enquadra-se já na meta estabelecida (60%), ficando as despesas de investimento nos 21% e as restantes despesas nos 19%, o que exige ainda um esforço de ajustamento em ordem a ir ao encontro dos objetivos estabelecidos para aqueles grupos de despesa, nomeadamente: 15% para investimento e 25% para as restantes despesas. 4.1.4. EVOLUÇÃO GLOBAL DA DESPESA A PREÇOS CORRENTES E A PREÇOS CONSTANTES Se analisarmos a evolução da despesa a preços correntes ao longo do período em observação, verifica-se que entre 1994 e 1996 há uma tendência de crescimento que é interrompida em 1997, verificando-se neste ano uma redução face aos anos anteriores. A partir de 1997, e até 2005, verifica-se um crescimento progressivo da despesa com o setor da defesa, mas em 2006 constata-se nova inflexão nesta tendência. Entre 2006 e 2009 a despesa com a defesa cresceu novamente de forma sucessiva, e a partir desse ano decresceu, tendência que se manteve até 2012. De 2012 a 2014 voltou a verificar-se um crescimento dos recursos financeiros alocados à defesa nacional, como se pode verificar através do quadro abaixo: RECURSOS FINANCEIROS ALOCADOS À DEFESA NACIONAL (EM VALORES ABSOLUTOS – TABELA) Milhares de Euros Anos ODN Preços correntes Preços constantes (a) 1994 1.232,236 1.232,236 1995 1.378,773 1.322,945 1996 1.400,988 1.304,221 1997 1.273,967 1.158,856 1998 1.316,692 1.167,710 1999 1.455,444 1.261,249 2000 1.603,777 1.351,279 2001 1.622,331 1.309,680 2002 1.621,132 1.263,235 2003 1.610,313 1.215,660 2004 1.811,956 1.336,217 2005 1.953,609 1.408,563 2006 1.778,341 1.243,520 2007 1.898,716 1.295,943 2008 1.985,676 1.321,080 2009 2.054,433 1.378,264 2010 1.994,275 1.319,433 2011 1.909,926 1.219,129 2012 1.701,991 1.057,119 2013 1.794,038 1.111,290 2014 (b) 1.932,980 (a) O deflator utilizado para depurar da análise da evolução da despesa o efeito da inflação foi o índice de preços no consumidor (tx. De variação média anual – base 2012 - %) – Por localização geográfica e agregados especiais – mensal (Fonte: INE), in 12 de novembro de 2014. (b) 2014 – Dados Preliminares.


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above