2.7.6 - Ensino e Formação

A Defesa de Portugal 2015

A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / As Forças Armadas Portuguesas 127 2.7.6 ENSINO E FORMAÇÃO A especificidade e exigência da missão obrigam a que a formação dos militares da Força Aérea obedeça a um conjunto de requisitos sem os quais não seria possível manter a cultura, a proficiência, a capacidade e a prontidão necessárias para o adequado desempenho dos nossos militares em prol da missão da Força Aérea. O modelo de Ensino e Formação na Força Aérea procura preparar os militares para o conjunto de funções superiormente definidas. Paralelamente, no percurso de formação traçado, os militares desenvolvem competências passíveis de reconhecimento. O militar ou civil da Força Aérea constrói o seu próprio conhecimento, através de práticas colaborativas e cooperativas, de valor organizacional reconhecido e gerido pela estrutura formal da gestão de informação. A Academia da Força Aérea, em Sintra, é um Estabelecimento de Ensino Superior Público Universitário Militar onde são formados os Oficiais do Quadro Permanente da Força Aérea. O Ensino aqui ministrado visa preparar os futuros Oficiais com as competências técnicas para GERIR, OPERAR e MANTER os Sistema de Armas tecnologicamente sofisticados e complexos, mas também com as competências únicas de COMANDAR, de saber conduzir os outros, mesmo nas condições mais adversas, para o cumprimento das missões que lhes forem atribuídas. Os seus cursos, conferindo o grau de Mestre, abrangem diferentes áreas do conhecimento, tendo como resultado a Pilotagem Aeronáutica, a Engenharia Aeronáutica, Electrotécnica e de Aeródromos, e a Administração Aeronáutica. Os critérios de rigor e exigência pelos quais se rege o ensino, associados à expressiva componente tecnológica de Investigação e Desenvolvimento imprimida pelo seu Centro de Investigação (CIAFA), na execução de variados projetos na área aeronáutica, são um garante da qualidade dos cursos aqui ministrados, condição essencial para que sejam formados Oficiais conhecedores, competentes e com princípios morais sólidos, características essenciais para o exercício da função de comando. São ainda ministrados na Academia da Força Aérea, cursos não conferentes de grau, inseridos no conceito de formação contínua com vista à progressão na carreira. O Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea, na Ota, é uma entidade certificada pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho, que ministra formação certificada e inserida no Catálogo Nacional de Qualificações, sendo a sua Escola de Manutenção Aeronáutica reconhecida pelo Instituto Nacional da Aviação Civil (INAC), desde março de 2014, como uma organização de Formação para Cursos atuais de Ingresso ministrados na Força Aérea Academia da Força Aérea Mestrado em Ciências Militares e Aeronáuticas (pilotos aviadores, engenheiros aeronáuticos, de aeródromos, eletrotécnicos, administração aeronáutica, medicina) Estágio Técnico Militar para ingresso nos QP Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea Curso de Formação de Sargentos dos QP Curso de Formação de Oficiais RC Curso de Formação de Sargentos RC Curso de Formação de Praças RC Número de alunos formados 1994-2014 Academia da Força Aérea Mestrado, Licenciaturas e Estágios Técnico Militar 1187 TOTAL 1187 Centro de Formação Militar e Técnico da Força Aérea Oficiais RC 1518 Sargentos QP 1765 Sargentos RC 198 Praças RC 8707 12188


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above