2.7.4 - Meios e Forças

A Defesa de Portugal 2015

A DEFESA DE PORTUGAL 2015 / As Forças Armadas Portuguesas 123 2.7.4 MEIOS E FORÇAS O Sistema de Forças decorre do constante esforço de racionalização dos vários recursos disponíveis e do reequipamento obtido, através da execução das Leis de Programação Militar (LPM). Assim, os atuais meios constituem-se na evolução possível, dentro dos constrangimentos orçamentais, num esforço constante para manter a execução dos elementos de missão, através de 10 unidades aéreas (UA, Esquadras de Voo): As UA201 Falcões e UA301 Jaguares, baseadas em Monte Real, operam modernas aeronaves F-16MLU (Mid Life Update), com a missão de executar operações de Luta Aérea e de Apoio às Forças em terra e no mar, constituindo-se como o principal elemento de dissuasão aérea e garantia da soberania e segurança do espaço aéreo nacional. A UA501 Bisontes, baseada no Montijo, opera aeronaves C-130H e C-130H-30, e tem por missão executar operações de transporte aéreo e de busca e salvamento, e constitui-se como o elemento principal para a projeção rápida (transporte estratégico militar) e sustentação de FND, assim como para o transporte tático. Assegura o apoio a evacuações sanitárias dentro e fora do território nacional, bem como o apoio às forças de segurança e à Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). A UA502 Elefantes, baseada no Montijo e com destacamentos nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, opera modernas aeronaves C-295M, com a missão de executar operações de transporte aéreo, de transporte aéreo tático, de evacuações aeromédicas, de busca e salvamento, de informações, vigilância e reconhecimento (incluindo a fotografia aérea, a fiscalização das pescas, a detecção de poluição e de atividades ilícitas e o apoio ao combate aos fogos) e de formação de navegadores.


A Defesa de Portugal 2015
To see the actual publication please follow the link above