Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
O segundo módulo do curso Europeu de Segurança e Defesa terminou hoje no IDN 
 
 
O ministro da Defesa Nacional esteve esta manhã com os alunos do High Level Course do European Security and Defence College.
 

Realizou-se no Instituto da Defesa Nacional (IDN) a sessão de encerramento do High Level Course do European Security and Defence College que decorreu entre os dias 3 e 7 de novembro, sob a temática “UE’s Crises Management Capabilities”.

O ministro da Defesa Nacional presidiu a esta cerimónia e durante nas palavras que dirigiu aos presentes considerou que “devemos preservar o modo de vida a que nos habituámos, na Europa”.

Partindo do pressuposto que “nem a prosperidade nem a segurança podem ser dadas atualmente como garantidas, na Europa”, José Pedro Aguiar-Branco referiu que, mais do que nunca, “devemos estar preparados para lidar com crises imprevistas”, até porque “os incidentes com impacto global ocorrem a um ritmo muito rápido”.

Para o ministro da Defesa Nacional, os sistemas de resposta a crises da NATO, das Nações Unidas e da União Europeia (UE) são os mais importantes realçando a importância da complementaridade entre estes mesmos sistemas - “uns não substituem os outros”.

“As missões civis, as operações militares e todos os outros projetos da UE são peças importantes do mesmo puzzle” frisou, acrescentando que, “sem uma cooperação efetiva no terreno, não haverá coerência na gestão de crises externas” nem “eficiência de meios”.

José Pedro Aguiar-Branco considera ainda que para responder “às mudanças rápidas do atual contexto de segurança internacional” os Países, a UE e todos os seus cidadãos “deverão estar preparados” para salvaguardar “as conquistas da segunda metade do século passado”.

Atualizado em: 10-11-2014 12:59 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer