Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Programa Praia Saudável celebra 10 anos 
 
 
Portugal ascendeu aos lugares cimeiros do ranking dos países com menores taxas de mortalidade nas praias.

A Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional considerou o Programa Praia Saudável como “um case study, um paradigma daquilo que Portugal tem de bom para dar ao Mundo” durante a cerimónia, desta quarta-feira, em que foram assinalados os 10 anos que melhoraram radicalmente a qualidade de 170 zonas balneares do Continente e das Regiões Autónomas.

Ao fim de 10 anos, podemos afirmar sem receio que nunca, antes, se fez tanto e tão bem em prol de uma cultura de segurança balnear em Portugal. Nunca as praias portuguesas tiveram tanta segurança, nunca o ambiente foi tão bem preservado, nunca as acessibilidades para as pessoas com necessidades especiais foram tão boas como são agora”, constatou Berta Cabral na Praia do Tamariz (Cascais), onde estavam o Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, o Diretor-Geral da Autoridade Marítima Nacional, Vice-Almirante Silva Ribeiro, o Presidente da Fundação Vodafone Portugal, Mário Vaz, e outros parceiros e entidades civis e militares.

O Programa Praia Saudável resulta de uma parceria alargada entre a Autoridade Marítima Nacional (e em particular o Instituto de Socorros a Náufragos), a Agência Portuguesa do Ambiente, o Instituto Nacional para a Reabilitação, a Associação Bandeira Azul da Europa e da Fundação Vodafone Portugal.

A participação da empresa de comunicações foi essencial desde a primeira hora, sobretudo através da disponibilização de meios para ações de salvamento e de sucessivas campanhas de sensibilização com grande eco junto dos mais jovens.

Anualmente, as praias portuguesas recebem 270 milhões de visitas de banhistas portugueses e estrangeiros. Este fluxo populacional deve-se, em grande parte, à existência do Programa Praia Saudável, que permitiu melhorar significativamente as condições de utilização das praias, levando a que o nosso país ocupe atualmente os lugares cimeiros do ranking mundial dos países com menores taxas de mortalidade nas praias.

Atualizado em: 28-05-2015 09:09 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer