Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Ministros da Defesa da NATO reúnem em Bruxelas 
 
 
O encontro decorreu no Quartel-general da NATO e foi o primeiro depois da Cimeira do País de Gales.
  

“Foi a primeira reunião depois da cimeira de Gales (em setembro). Tivemos a possibilidade de fazer a revisão das conclusões da cimeira, de consolidar a lógica da ameaça - quer a Leste, quer a sul ter a mesma capacidade de resposta por parte da Aliança - e também a forma de a concretizar, com as medidas e com as forças de intervenção mais rápida, das quais Portugal também fará parte”, disse o ministro da Defesa Nacional em declarações aos jornalistas.

Este encontro ficou marcado pela decisão da Aliança Atlântica reforçar a sua presença nos aliados de Leste, nomeadamente na Letónia, Estónia, Lituânia, Polónia, Roménia e Bulgária, como consequência do “comportamento” da Rússia nestas zonas.

José Pedro Aguiar-Branco afirmou ainda que será mantido o mesmo grau de ponderação às ameaças vindas do flanco sul, face ao aumento do extremismo no Médio Oriente e norte de África.

“O que importa aqui também a nós destacar é que ambas as ameaças são consideradas com o mesmo nível de prioridade que a NATO deve ter para responder a essas ameaças. Não há aqui um privilégio, digamos assim”, acrescentou.

Portugal esteve representado nesta reunião pelo ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco e pelo Chefe de Estado-Maior-General das Forças Aramadas, General Artur Pina Monteiro.

Atualizado em: 05-02-2015 18:39 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer