Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
“A marca IDN é um ativo estratégico do Ministério da Defesa Nacional” 
 
 
José Pedro Aguiar-Branco falava, esta manha, na abertura do ano académico, no Instituto de Defesa Nacional, em Lisboa.
 

“A marca do Instituto da Defesa Nacional (IDN) é um ativo estratégico do Ministério da Defesa Nacional em benefício das pessoas, dos auditores (…) e das parcerias que são estabelecidas também com as instituições” afirmou o Ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco.

Durante a abertura do ano académico do IDN, em Lisboa, o Ministro da Defesa Nacional felicitou a instituição pelo seu “conhecimento”, “rigor” e “inestimável contributo cívico para a sociedade” e relevou os contributos dados para o novo Conceito Estratégico de Defesa Nacional (CEDN) e para a Reforma 20/20, atualmente em curso.  José Pedro Aguiar-Branco referiu também que, nesta “reforma estrutural”, a questão da "dimensão" é central e está "para lá da questão financeira".

“O que se pretende (…) é criar situações de sustentabilidade e de possibilidade de atuação [da] estrutura à nova realidade em que o País e a Europa se movem na dimensão da Defesa e, por isso, ter uma dimensão realista exequível com capacidade de planeamento a médio prazo”, afirmou o Ministro da Defesa Nacional, realçando o facto “da Reforma 2020 apresentar, pela primeira vez, uma referência de nível orçamental em relação ao PIB de 1,1 %”.

Durante a sua intervenção, Aguiar-Branco destacou ainda, no atual CEDN, o “nível de ambição que permita adequar a estrutura à resposta que o País tem de dar na área da defesa nacional”, e “um nível coerente de dimensão da estrutura militar e de distribuição da despesa por rácios que sejam mais equilibrados do que aqueles que existem atualmente”.

Atualizado em: 06-11-2013 20:38 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer