Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
“É um dever da sociedade prestar um tributo maior aos seus combatentes” 
 
 
José Pedro Aguiar-Branco presidiu, esta manhã, à cerimónia de inauguração do Complexo Social da Liga dos Combatentes, no Porto.
 

“É um dever da sociedade prestar um tributo maior aos seus combatentes”, afirmou o ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, durante a cerimónia de inauguração do Complexo Social da Liga dos Combatentes, no Porto.

Para o ministro da Defesa Nacional, a comunidade não presta, atualmente, o devido contributo a quem foi combatente, quer de “uma forma obrigatória”, quer de uma forma “voluntária” e a inauguração deste novo espaço representa “uma preocupação com os diversos momentos da vida”, designadamente, quando estamos “mais fracos” ou “mais frágeis”.

A propósito das reformas agora concluídas na Defesa Nacional e nas Forças Armadas, José Pedro Aguiar-Branco adiantou que foi possível fazer “uma racionalização que tivesse a ver com os cuidados dos mais idosos e que tivesse a ver, precisamente, com uma utilização mais conseguida dos equipamentos e dos edifícios que estão no património da Defesa Nacional”.

Relativamente à Reforma na Saúde Militar, agora em curso, o ministro da Defesa Nacional referiu que constitui um grande “motivo de orgulho” a criação do HFAR - Hospital das Forças Armadas, com “mais capacidade de prestar serviço à família militar e, por via disso, assegurar a sua principal missão”.

O novo Complexo Social da Liga dos Combatentes, hoje inaugurado, tem uma área de 11 580 m2 e inclui uma creche, jardim-de-infância e residência sénior. A criação destas três valências representou, no seu conjunto, um investimento de mais de dois milhões e cem mil euros.

Atualizado em: 21-09-2015 15:59 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer