Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
“Identificação de aviões russos prova que sistema funcionou”  
 
 
Esta manhã foram identificados e encaminhados para fora do espaço aéreo de responsabilidade nacional, dois aviões militares russos.
 

O ministro da Defesa Nacional disse hoje que os caças F-16 portugueses terem identificado e encaminhado "com sucesso" dois aviões militares russos em espaço aéreo de responsabilidade Portuguesa, significa que o "sistema funcionou mais uma vez".

José Pedro Aguiar-Branco não quis comentar pormenores deste segundo incidente com aeronaves russas, mas frisou que "o sistema funcionou" dentro dos requisitos da NATO. "A Força Aérea agiu com eficácia, serenidade e prontidão", garantiu.

"Isto significa que o sistema funcionou mais uma vez, há de funcionar sempre que for necessário", frisou o titular da pasta da Defesa Nacional.

Já na quarta-feira, dois caças F-16 portugueses ao serviço da NATO tinham identificado e escoltado dois aviões militares russos em espaço aéreo internacional sob a responsabilidade de Portugal.

De acordo com o Estado-Maior-General das Forças Armadas, nesse primeiro caso, foram “detetadas duas aeronaves não identificadas em espaço aéreo de responsabilidade portuguesa” e ” acionados os meios de alerta previstos neste tipo de situações no quadro da NATO, tendo dois caças F-16 portugueses identificado duas aeronaves militares russas, que encaminharam para fora do espaço aéreo de responsabilidade nacional”.

Atualizado em: 01-11-2014 16:13 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer