Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Exército celebra protocolo em Espinho 
 
 
Protocolo permitirá a implantação de uma Via Permeável de acesso ao Lugar da Praia em Paramos, fazendo o afastamento da via da zona dunar.

 

 

O Exército Português e a Câmara Municipal de Espinho, celebraram esta manhã um protocolo destinado a autorizar a Autarquia a utilizar a parcela de terreno necessária à implantação da “Via Permeável de Acesso à Praia de Paramos”.

O ministro da Defesa Nacional, que presidiu à cerimónia no Salão Nobre dos Paços do Concelho, afirmou que os recursos das Forças Armadas, “devem ser utilizados em benefício das populações locais”, numa lógica de “duplo-uso”, quando não estão empenhados em missões militares.

Num País marcado “por grande exigência de aproveitamento de recursos”, o titular da pasta da Defesa Nacional considera que esta é uma prática de “boa gestão” e de “respeito para com os contribuintes que, durante três anos”, têm participado “no esforço do reequilíbrio das contas públicas”.

José Pedro Aguiar-Branco justificou a sua presença na cerimónia com a necessidade de dar “maior visibilidade” à proximidade existente entre as Forças Armadas (e neste caso o Exército) e as populações locais, designadamente, no “auxílio direto e imediato”.

Destacando o papel da Engenharia militar na missão no Líbano, e da qual tem sido “testemunha do reconhecimento” por parte dos demais Países, o ministro da Defesa Nacional referiu “a qualidade, a competência e o sentido de dever” que o Regimento de Engenharia n. º 3 (RE 3), tem demonstrado para com a autarquia.

Também o Presidente da Câmara Municipal de Espinho, Pinto Moreira, referiu, na sua intervenção, o papel do RE 3 na história da cidade, enquanto “referência dos valores da soberania e da solidariedade, em momentos difíceis”.

Relativamente ao protocolo, agora assinado, Pinto Moreira afirmou que o mesmo irá possibilitar a “execução de uma Via Permeável de acesso ao Lugar da Praia em Paramos, fazendo o afastamento da via da zona dunar”. Um plano que, conforme refere, viabilizará “a utilização da pista de aviação”, um equipamento considerado “estratégico” para o concelho de Espinho.

Antes de terminar, o Presidente da Câmara afirmou que, neste caso, a “colaboração estreita e profícua” existente entre “a Instituição Militar, a sociedade civil e o Poder Local transformou um problema numa solução, para um melhor ordenamento e qualidade do território do concelho de Espinho e da Praia da Paramos”.

No final da cerimónia, Pinto Moreira foi ainda condecorado pelo ministro da Defesa Nacional com a medalha da Defesa Nacional, de 1ª classe, pelo trabalho desenvolvido em colaboração com o Exército.

 

Atualizado em: 07-02-2015 13:50 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer