Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Dia do Exército comemorado em Beja 
 
 
Berta Cabral assinalou o "reconhecimento público da importância dos homens e mulheres que em perigos e guerras esforçados servem Portugal no Exército na esteira do seu patrono, D. Afonso Henriques".

A Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional presidiu, este domingo, às comemorações oficiais do Dia do Exército, uma instituição com quase mil anos.

Berta Cabral afirmou na ocasião que "Portugal está profundamente reconhecido às mulheres e aos homens que servem o país no Exército, integrando a sua Força Operacional Permanente, com todas as implicações de prontidão que isso implica. A importância do Exército é particularmente sentida e reconhecida pelas nossas populações quando estão em causa missões de interesse público, seja no apoio em ações de Proteção Civil e de defesa do Ambiente, seja no apoio logístico a entidades sem fins lucrativos ou mesmo na participação em atividades culturais", sublinhou Berta Cabral.

Na sua intervenção, a Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional salientou "a participação em missões externas, no âmbito da NATO, da União Europeia ou da ONU" que "tem sido decisiva para Portugal se afirmar como coprodutor de segurança internacional".

Berta Cabral realçou ainda como "igualmente meritório e com desempenho excecional" a Cooperação Técnico-Militar, em Angola, Moçambique, Timor Leste, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, onde estão em desenvolvimento dezenas de projetos, que são essenciais para aqueles países, mas que também são estratégicos para a política externa portuguesa.

Perante o Chefe do Estado-Maior do Exército, General Carlos Jerónimo, o Presidente da Câmara Municipal de Beja, João Rocha, chefias do Exército, convidados, forças em parada e muitos populares, a Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional justificou a cerimónia na Avenida do Brasil "para fazer o reconhecimento público da importância dos homens e mulheres que, 'em perigos e guerras esforçados', servem Portugal no Exército, na esteira do seu patrono, D. Afonso Henriques".

Berta Cabral recordou que "estamos a entrar na etapa final do processo político de reorganização da estrutura superior da Defesa Nacional e das Forças Armadas, designada por Reforma Defesa 2020", que permitirá "configurar um Exército mais moderno e mais operacional, integrado coerentemente nas Forças Armadas e na Defesa Nacional".

A Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional frisou que, "quanto ao dispositivo, houve uma clara aposta na conceção de unidades comuns de apoio e à racionalização e rendibilização conjunta de infraestruturas, sinergias que libertam verbas para a área operacional. A Reforma Defesa 2020 continuará, e quando concluída, traduzir-se-á numa melhoria de processos e num reforço do produto operacional das Forças Armadas".

Durante a Cerimónia Militar do Dia do Exército foram condecorados o Coronel Mazarelo (Serviços Distintos, Grau Prata), o 1.o Sargento Renato Anastácio (Mérito Militar, 4.a Classe), o Soldado Fábio Ramos (D. Afonso Henriques, 4.a Classe) e a Assistente Técnica Maria Soares Dias (D. Afonso Henriques, 4.a Classe).

 

DISCURSO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL

 

Atualizado em: 28-10-2014 16:08 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer