Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Linhas gerais da reforma da Defesa “para que as Forças Armadas possam ter mais produto operacional”  
 
 
O documento “Defesa 2020”, elaborado em conjunto com as Chefias Militares e cujas linha orientadoras foram hoje divulgadas, será amanhã apresentado em Conselho de Ministros.

  

O Ministro da Defesa Nacional divulgou hoje, no Forte de São Julião da Barra, o documento enquadrador da reforma das Forças Armadas, em linha com o Conceito Estratégico de Defesa Nacional, recentemente publicado em Diário da República.

As linhas gerais desta reforma estrutural, designada por “Defesa 2020”, foram apresentadas em conferência de imprensa conjunta do Ministro da Defesa Nacional, com o CEMGFA, General Luís Araújo e os Chefes de Estado-Maior da Armada, da Força Aérea e do Exército.

José Pedro Aguiar-Branco afirmou que este documento hoje apresentado “é o resultado de um trabalho estruturado feito em conjunto com as chefias militares ao longo dos vários meses”.

O documento define e traça a implementação de um modelo sustentável para a Defesa Nacional e para as Forças Armadas, visando a racionalização da despesa militar, nomeadamente através da melhor articulação entre os Ramos, e uma maior eficiência na utilização de recursos. Com esta reforma alcançaremos «ganhos de eficiência, economias de escala e vetores de inovação com efeitos no curto, médio e longo prazo», defendeu o Ministro da Defesa Nacional.

Segundo avançou José Pedro Aguiar-Branco, esta racionalização irá incidir no próprio Ministério da Defesa Nacional, bem como na estrutura superior das Forças Armadas, rentabilizando meios, capacidades e concentrando serviços. Os recursos humanos das Forças Armadas também serão objecto de reestruturação, mas sempre privilegiando a vertente operacional.

O Ministro da Defesa Nacional defendeu que esta reforma permite “a eliminação de redundâncias”, permitindo desta forma que as Forças Armadas se concentrem “naquilo que é mais essencial, ter uma dimensão operacional mais forte.”

 

LINHAS GERAIS DA REFORMA DEFESA 2020

Atualizado em: 10-04-2013 23:51 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer