Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Maires de Richebourg e de La Couture condecorados pelo Governo português 
 
 
Apoio na celebração anual das evocações da Batalha de La Lys justificou as Medalhas da Defesa Nacional – 1.ª classe atribuídas aos dois autarcas franceses.
 

A Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional impôs, este sábado, as Medalhas da Defesa Nacional - 1.ª Classe aos Maires de La Couture e de Richebourg (Pas-de-Calais, França). A condecoração foi atribuída a Raymond Gaquère e a Gérard Delahaye em reconhecimento pela disponibilidade e apoios concedidos para a realização anual das cerimónias evocativas da Batalha de La Lys.

Antes, Berta Cabral presidiu às cerimónias evocativas do 97.º Aniversário da Batalha de La Lys, no Cemitério Militar Português de Richebourg e junto ao Monumento aos Combatentes erigido pela Liga dos Combatentes no centro da localidade.

“Esta evocação, além de um ato de justiça é, igualmente, um ato patriótico, olhando para a História com a mesma ambição que levou os soldados a combaterem nestes campos até à morte: projetar um futuro de progresso económico, social, cultural e ecológico”, afirmou a Secretária de Estado, resumindo: “Numa palavra, a nossa ambição é o progresso da Humanidade.”

As cerimónias contaram com a presença do Sub-Prefeito de Béthune, Nicolas Honoré, do Cônsul-Geral de Portugal em Paris, Pedro Lourtie, do Representante Militar de Portugal junto da Nato e da União Europeia, Tenente-General Carvalho Cordeiro, do Presidente da Liga dos Combatentes, Tenente-General Chito Rodrigues, dos Maires de La Couture e de Richebourg, de deputados, conselheiros e representantes da comunidade portuguesa e, como habitualmente, de delegações de antigos combatentes.

Aproveitando a presença nas cerimónias de uma delegação de militares portugueses em missão junto da NATO e da União Europeia, a Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional transmitiu-lhes uma mensagem de orgulho e confiança nas capacidades da “frente avançada da Forças Armadas que defende os nossos interesses” em Bruxelas.

Aludindo o recente ciberataque que paralisou a TV5 Monde, Berta Cabral disse constatar “todos os dias a existência nas nossas Forças Armadas de capacidade e linha de comando aptas a contra-atacar qualquer tipo de ameaça”,

“A Reforma 2020 permitiu reduzir as despesas com pessoal para se poder investir mais nas capacidades”, concluiu a governante.

Atualizado em: 15-04-2015 11:08 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer