Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Balanço muito positivo da 10ª edição do Dia da Defesa Nacional 
 
 
Estão convocados para as atividades de 2015 cerca de 134 mil jovens portugueses residentes no continente, nas regiões autónomas (7 mil) e no estrangeiro (18 mil).

Cerca de 134 mil cidadãos portugueses nascidos em 1996, incluindo 65 mil raparigas, estão convocados para participar na 11.ª edição do Dia da Defesa Nacional, entre 6 de janeiro e 30 de novembro, anunciou o novo Órgão Central de Recrutamento e Divulgação do Ministério da Defesa Nacional esta quinta-feira, durante a sessão de balanço das atividades de 2014, que decorreu no Centro de Divulgação da Defesa Nacional, na Base Naval de Lisboa, no Alfeite.

No encerramento do encontro, em que participaram os comandantes das estruturas de recrutamento e das unidades militares envolvidas, responsáveis pelos parceiros institucionais, coordenadores operacionais, divulgadores e outros colaboradores, a Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional agradeceu a colaboração de todos os que permitiram fazer da 10.ª edição do Dia da Defesa Nacional um êxito. Berta Cabral pediu empenho para que os melhoramentos e o aumento do interesse dos jovens prossigam em 2015, continuando a aproveitar este contacto também para divulgar à restante sociedade o muito de bom que se faz nas Forças Armadas.

No próximo ano, o Dia da Defesa Nacional decorrerá em 28 locais do país (incluindo uma corveta, nos Açores), envolverá 34 unidades dos três Ramos das Forças Armadas e contará com 19 parceiros institucionais, oito dos quais na área do apoio em infraestruturas e transportes.

Na área do programa e conteúdos do Dia da Defesa Nacional foram formalizados durante este ano protocolos com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, Guarda Nacional Republicana, Autoridade Nacional de Proteção Civil, Direção-Geral da Educação, Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu e com os serviços regionais de Proteção Civil e Bombeiros e Solidariedade Social (Açores) e de Proteção Civil da Madeira, além dos institutos de Administração da Saúde e Assuntos Sociais e de Segurança Social, ambos desta região autónoma.

Em 2014 foi implementada uma plataforma tecnológica, acessível aos jovens participantes através da utilização de tablets, e a modernização prosseguirá no próximo ano com a desmaterialização dos inquéritos sociológicos e a monitorização das atividades online. Para 2016 está prevista a introdução de um programa de atividades georreferenciado e de conteúdos interativos.

Atualizado em: 12-12-2014 22:39 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer