Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Revitalizar o Quartel da Graça é “uma decisão que muito nos orgulha” 
 
 
A Secretária de Estado da Defesa Nacional, Ana Santos Pinto, esteve presente no lançamento do concurso Revive do Quartel da Graça, em Lisboa, uma iniciativa conjunta do ministro Adjunto e da Economia, da Cultura, da Defesa Nacional, e das Finanças

A Secretária de Estado da Defesa Nacional, Ana Santos Pinto, esteve presente no lançamento do concurso Revive do Quartel da Graça, em Lisboa, uma iniciativa conjunta do ministro Adjunto e da Economia, da Cultura, da Defesa Nacional, e das Finanças, que promove a requalificação e a futura utilização para fins turísticos de imóveis do Estado atualmente inativos.

A Secretária de Estado da Defesa Nacional referiu o “passo importante no sentido da recuperação e valorização deste histórico quartel situado no magnífico bairro da Graça” em que “a História, não só de Lisboa, mas também de Portugal, se cruza com uma vista privilegiada quer da cidade, quer do rio Tejo”

Ana Santos Pinto destacou que o “convento da Graça e o quartel que aqui se instalaram constituem mais um exemplo da relação profunda entre a Instituição Militar e a História de Portugal”, realçando que a “preservação deste monumento nacional, que esteve a cargo de ordens militares desde o século XIX, ganha hoje uma nova vida.”

A Secretária de Estado afirmou que a “participação da Defesa Nacional no programa Revive é da maior importância, já que contribui para identificar soluções de valorização do património do qual somos responsáveis” e que “temos procurado soluções que garantam a fruição alargada destes espaços históricos incluindo, a título de exemplo, a constituição de museus nacionais e parcerias com as Câmaras Municipais.”

Ana Santos Pinto também referiu que está “certa que a história deste espaço será devidamente valorizada e destacada nas propostas que venham a ser apresentadas, constituindo-se como uma mais-valia para a oferta turística em Lisboa.”  E que se “a partir deste local se imaginaram páginas brilhantes da História de Portugal, o próximo meio século deverá abrir o caminho a novas imaginações sobre Portugal e a relação com quem nos visita”, enaltecendo que a “abertura deste concurso insere definitivamente a Graça na história do seculo XXI português, uma decisão que muito nos orgulha.”

Estiveram presentes neste lançamento do concurso público para a concessão do Quartel da Graça, o Ministro da Administração interna e o Ministro Adjunto e da Economia e as Secretárias de Estado da Administração Interna, do Turismo e da Cultura, bem como uma Vereadora da Câmara Municipal de Lisboa, o Chefe do Estado-Maior do Exército e o Comandante Geral da Guarda Nacional Republicana.

 

Atualizado em: 22-02-2019 23:56 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer