Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Primeiro-Ministro destaca os “novos desafios” da Força Aérea Portuguesa 
 
 
O Primeiro-Ministro, António Costa, realçou esta manhã, na sua primeira visita à Força Aérea Portuguesa (FAP) os “novos desafios” que o ramo “tem pela frente, e no qual está concentrado a trabalhar”
 

O Primeiro-Ministro, António Costa, realçou esta manhã, na sua primeira visita à Força Aérea Portuguesa (FAP) os “novos desafios” que o ramo “tem pela frente, e no qual está concentrado a trabalhar”, designadamente a gestão e operação dos meios de combate aos incêndios florestais.

António Costa adiantou que este processo teve a sua aprovação, na semana passada, na resolução de Conselho de Ministros e que irá empenhar progressivamente a Força Aérea numa missão “de grande importância para a salvaguarda da segurança nacional”.

Na Base Aérea n.º 5 (BA5), em Monte Real, o governante que esteve acompanhado pelo Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes e pelo Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Manuel Rolo, visitou o hangar da manutenção e a chamada “linha da frente” e, pôde ainda assistir a várias descolagens de aeronaves F-16 para missões de treino operacional.

“Pude assistir às várias capacidades deste ramo e destaco o trabalho de todos os homens e mulheres que servem o país na Força Aérea”, elogiou António Costa salientando que o ramo assegura “a integridade do nosso território nacional, a defesa do nosso espaço aéreo e tem o papel insubstituível em várias missões de interesse público, especificamente, em missões de busca e salvamento”.

O chefe do Governo considerou ainda que “cabe também à Força Aérea um desafio importante que tem a ver com a disponibilização de uma das suas bases aéreas (BA 6) para que o aeroporto de Lisboa possa ser complementado com o aeroporto do Montijo”.

António Costa aproveitou a ocasião para falar sobre a próxima Lei de Programação Militar — que o Governo prevê apresentar brevemente na Assembleia da República — referindo que esta “procurará responder às necessidades mais prementes e imediatas da Força Aérea em matéria de equipamento”.

O Primeiro-Ministro antes de partir para a BA5, a bordo de um helicóptero EH 101, Merlin, operado pela Esquadra 751 (Pumas), esteve no Comando Aéreo, em Monsanto, onde assistiu a um briefing sobre a Força Aérea, no Centro de Operações Aéreas. 

Atualizado em: 15-10-2018 11:51 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer