Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Portugal participa em Exercício NATO de Gestão de Crises 
 
 
CMX 2017 é o nome do exercício de gestão de crises da NATO que decorre até 11 de outubro
 

CMX 2017 é o nome do exercício de gestão de crises da NATO que decorre até 11 de outubro, com o objetivo de praticar, testar e validar os processos de gestão e tomada de decisão coletiva na resposta da Aliança Atlântica a ameaças e situações de crise.  

O exercício pretende testar os mecanismos de resposta dos países em termos transversais face a determinadas ameaças, envolvendo não só as entidades responsáveis pelas áreas de Defesa e Segurança, mas também entidades setoriais que participam no sistema de Planeamento Civil de Emergência, integrando desde as comunicações, transportes, saúde, indústria, ambiente à agricultura.

As várias entidades participantes constituem uma célula de resposta nacional permanente, a partir da qual se vai processando a gestão das respostas a dar ao cenário de crise. Esta célula contará ao longo do exercício com a participação no centro de decisão de vários responsáveis políticos, militares e das diferentes áreas da administração pública.  

O cenário definido para o CMX 2017 procura testar operações de resposta num quadro de ameaças assimétricas, de modo a permitir à NATO testar a eficácia dos processos de decisão quando confrontada com situações enquadráveis no âmbito da ativação do que se encontra estabelecido em termos de defesa coletiva nos artigos 4.º e 5.º do Tratado do Atlântico Norte.

O CMX é o exercício de nível estratégico político-militar da NATO que se realiza anualmente desde 1992, envolvendo militares e civis nas capitais dos países aliados, designadamente ministérios, quartéis-generais da NATO e comandos estratégicos. Conta com o alto patrocínio do Secretário-Geral da NATO e na edição deste ano juntam-se ao exercício a Finlândia, Suécia e a União Europeia (UE).

Uma das novidades da edição deste ano prende-se com o facto de decorrer em paralelo um exercício de gestão de crises da UE, o EU PACE 17, que está a ser coordenado e conduzido em paralelo com o CMX17, no quadro do reforço dos mecanismos de cooperação entre a UE e a NATO.

O CMX17 constitui-se assim como uma excelente oportunidade para, incorporando as lições aprendidas em exercícios anteriores, testar e adequar os processos de decisão e a legislação vigente para lidar com os cenários de crise externa, avaliando a sua eficácia e recolhendo ensinamentos para o seu aperfeiçoamento.

Atualizado em: 30-10-2017 15:30 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer