Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Portugal e São Tomé e Príncipe reforçam laços de cooperação com missão inovadora 
 
 
"Uma forma simbólica de representar a amizade entre dois povos e de dar um sinal claro de que Portugal considera esta nova relação reforçada para São Tomé”

“Aquilo que pude testemunhar na assinatura do acordo e do programa quadro foi algo simbólico, mas importante: a tripulação do ‘Zaire’ ser já composta por Portugueses e por Santomenses”, e “tivemos a oportunidade de utilizar o principal instrumento de cooperação na segurança marítima, o NRP ‘Zaire’”, declarou o Ministro da Defesa Nacional no final da visita de dois dias a São Tomé e Príncipe.

O acordo firmado relativo à missão de capacitação da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe “tem a duração inicial de um ano, mas eu estou convencido que vai ser uma forma duradoura de reforçarmos os laços de uma cooperação, que tem que evoluir, e que a meu ver está a evoluir muito bem”.

Para Azeredo Lopes, a Cooperação no Domínio da Defesa que se está a desenvolver entre os dois países, assente num conceito amplo, que envolva toda a atividade de cooperação que ambos os Ministérios da Defesa desenvolvem, transitando da Cooperação Técnico-Militar, “é uma solução inovadora. É uma solução em que podemos no terreno capacitar São Tomé e Príncipe na dimensão da segurança marítima e na qualificação da sua guarda costeira”. É, assim, “uma forma simbólica de representar a amizade entre dois povos e de dar um sinal claro de que Portugal considera esta nova relação reforçada para São Tomé”.

Durante a visita foi ainda entregue um conjunto muito importante de equipamentos, de fardamentos militares, de medicamentos e de ferramentas, oferecidos pela Direção-Geral de Política de Defesa Nacional e pelo Exército. Em jeito de balanço, o ministro da Defesa destacou que “Portugal faz, à medida da sua dimensão, tendo sempre presente que São Tomé e Príncipe é amigo e um aliado privilegiado”.

 

Novo patamar da cooperação

O Ministro da Defesa Nacional esteve em São Tomé e Príncipe para encontros políticos e para as assinaturas do Memorando de Entendimento entre o Ministério da Defesa Nacional e o Ministério da Defesa e Administração Interna de São Tomé e Príncipe, bem como do Programa-Quadro de Cooperação na área da Defesa para o período 2018-2020 que tiveram lugar a bordo do NRP Zaire.

O Programa-Quadro para 2018-2020, agora firmado entre o Ministro da Defesa Nacional e o Ministro da Defesa e da Administração Interna de São Tomé e Príncipe, dá continuidade às ações de formação em Portugal e sequência a três projetos de Cooperação Técnico-Militar existentes: apoiar a Estrutura Superior da Defesa Nacional e das Forças Armadas de São Tomé e Príncipe, a Guarda Costeira, a Manutenção do Sistema de Assinalamento Marítimo, do Sistema de Radares e o Pelotão de Engenharia Militar de Construções.

Este documento de cooperação no domínio da cooperação inclui aspetos novos ligados à segurança marítima, à criação de condições para a participação conjunta das Forças Armadas Portuguesas e de STP em missões de paz e humanitárias e à implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável adotados pelas Nações Unidas, designadamente a Igualdade de Género e Paz, Justiça e Instituições Eficazes, bem como dos Planos de Ação Nacional para a Resolução nº 1325 do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre as Mulheres, a Paz e a Segurança. As relações bilaterais ao nível da Defesa celebram este ano três décadas.

Atualizado em: 01-03-2018 11:45 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer