Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Portugal e Espanha reforçam cooperação no domínio da Defesa 
 
 
O Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, e a Ministra da Defesa de Espanha, María Dolores de Cospedal, assinaram uma declaração conjunta na qual expressam vontade de aprofundar a relação de cooperação no domínio da Defesa

O Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, e a Ministra da Defesa de Espanha, María Dolores de Cospedal, assinaram uma declaração conjunta na qual expressam vontade de aprofundar a relação de cooperação no domínio da Defesa, “explorando todo o potencial das áreas a desenvolver”, no final do VI Conselho Luso-Espanhol de Segurança e Defesa.

A complexidade dos desafios securitários nas fronteiras externas da União Europeia, a natureza das ameaças e o recurso ao ciberespaço, que só podem ser enfrentados de forma eficaz no contexto de organizações multilaterais ou de coligações multinacionais, tal como as implicações geopolíticas da saída do Reino Unido da União Europeia foram alguns dos temas centrais do encontro dos Ministros da Defesa durante a Cimeira Luso-Espanhola.

Na declaração conjunta do VI Conselho Luso-Espanhol de Segurança e Defesa, Portugal e Espanha relevam “o elevado grau de confiança e interoperabilidade alcançado entre as forças armadas dos nossos dois países”, demonstrando vontade em prosseguir em conjunto operações já em curso e explorar novas parcerias.

Os Ministros reafirmam a prioridade estratégica do combate ao terrorismo transnacional, declarando continuar a treinar as Forças Armadas Iraquianas, no âmbito da Coligação Internacional contra o Daesh. Foi decidido aprofundar as atividades de cooperação com os países do Magrebe, reforçando a segurança do espaço das fronteiras a sul, através da Iniciativa 5+5, considerada o fórum privilegiado de diálogo e de promoção de confiança entre os países do Mediterrâneo Ocidental.

No Golfo da Guiné, os Ministros decidiram apoiar de forma concertada a edificação de capacidades nos Estados Costeiros, permitindo um reforço de competências do conhecimento situacional marítimo e dos meios de combate à pirataria, criminalidade transnacional organizada e à exploração ilícita de recursos naturais.

No quadro das organizações multilaterais, os Ministros reafirmam o compromisso de apoio à transformação do conceito das Operações de Manutenção de Paz das Nações Unidas, assim como avaliar oportunidades de participação conjunta em missões e operações da ONU. Decidiram contribuir para a implementação do Plano de Ação da Estratégia Global através da participação em futuros projetos de interesse mútuo, a prosseguir a implementação do Quadro de Adaptação ao Flanco Sul, nos termos expressos na Carta do Porto, entregue ao Secretário-Geral da NATO.

No campo da cooperação industrial e tecnológica de defesa, Portugal e Espanha comprometem-se a trocar informações para identificar áreas de interesse comum, quer na fase da investigação e desenvolvimento, quer na edificação de novas capacidades, e manifestam vontade de associação em projetos bilaterais ou multinacionais, no quadro do Plano Europeu de Defesa da Comissão Europeia.

No plano cultural, por ocasião dos 500 anos da primeira viagem de circum-navegação, os dois países expressam interesse em estudar a realização de iniciativas integradas como a partilha de recursos museológicos ou de organização de eventos navais.

Portugal e Espanha mantêm uma estreita cooperação ao nível da formação e educação, e em missões no exterior, como a coligação anti-Daesh, na qual Portugal participa com 32 militares destacados na Base espanhola Gran Capitán, em Besmayah, no Iraque. Existe um interesse mútuo em desenvolver cooperação nas áreas de gestão de crises, de ciberdefesa e de cibersegurança, nomeadamente no que concerne à Escola da NATO que Portugal acolherá em Oeiras.

 

Declaração final conjunta: http://www.portugal.gov.pt/…/20170530-pm-cimeira-iberica.pdf

 

Atualizado em: 11-08-2017 20:41 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer