Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
ORION 2018 “executado de forma absolutamente exemplar” 
 
 
O Ministro da Defesa Nacional assistiu ao último dia do maior exercício do Exército, o ORION 2018

O Ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes, assistiu esta terça-feira ao último dia do maior exercício do Exército, o ORION 2018, no Campo Militar de Santa Margarida. No final, o governante considerou que “foi executado de forma absolutamente exemplar” e agradeceu o “trabalho enorme para se alcançar este resultado”.

O ORION 18 demonstrou a “competência e capacidade para enfrentar os desafios nas missões internacionais, onde Portugal está a participar nos palcos mais exigentes", assim como a capacidade de “trabalhar em conjunto com os nossos amigos e aliados”, para o sucesso da defesa coletiva, considerou o Ministro da Defesa Nacional.

Nesta edição de 2018, testou-se pela primeira vez, num exercício do Exército em ambiente operacional, a capacidade de defesa Ciber. Foi uma “experiência inovadora, com excelentes resultados”, sublinhou o Comandante da Brigada Mecanizada, Brigadeiro-General Mendes Ferrão durante a apresentação do exercício.

Depois do brífingue, o Ministro da Defesa assistiu na carreira de tiro a uma “operação ofensiva convencional”, desde a reação de emboscada conduzida pelo pelotão da Lituânia com fogo real ao ataque deliberado com uma unidade de escalão de companhia com militares portugueses e espanhóis. As viaturas blindadas M113 e Leopard 2 A6 estiveram em destaque.

O ORION 18 decorreu nas áreas de treino militar de Viseu, Santa Margarida, Beja, Madeira e Açores, de 28 de abril a 08 de maio e envolveu um conjunto de atividades de nível tático e operacional, enquadrados num cenário baseado na componente terrestre de uma operação multinacional, sob a égide da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) ou da União Europeia (UE).

Para além das forças nacionais do Exército, da Força Aérea e elementos da Cruz Vermelha Portuguesa, o ORION 18 contou com forças de Espanha e da Lituânia, envolvendo cerca de 2400 militares e 400 viaturas, no total. Delegações vindas do Brasil, Espanha, Estados Unidos da América, França, Lituânia e Roménia estiveram presente como observadores.

 

Atualizado em: 23-05-2018 11:20 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer