Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Ministro visita o Instituto Hidrográfico: Conhecer o mar para que todos o possam usar 
 
 
O Ministro da Defesa Nacional João Gomes Cravinho visitou hoje o Instituto Hidrográfico, no Convento das Trinas, em Lisboa, considerado pelo próprio como “uma instituição incontornável e de enorme valor estratégico na Defesa Nacional”.
 

O Ministro da Defesa Nacional João Gomes Cravinho visitou hoje o Instituto Hidrográfico, no Convento das Trinas, em Lisboa, considerado pelo próprio como “uma instituição incontornável e de enorme valor estratégico na Defesa Nacional”.

O Chefe do Estado-Maior da Armada Almirante Mendes Calado, na receção ao Ministro, destacou o papel fundamental do Instituto, “cuja valia estratégica se afirma exatamente por ser parte integrante da própria Marinha Portuguesa, prossegue as suas missões fundamentais de natureza militar a que acresce a vertente cientifica e de defesa do ambiente no âmbito alargado de desenvolvimento do nosso país”.

Entre outros domínios de atuação, o Almirante assinalou o mapeamento do mar português, que permite conhecer o fundo do oceano sob soberania e jurisdição nacional; o apoio à esquadra e às organizações das quais o país faz parte, como a NATO, desenvolvendo a capacidade do Centro Meteorológico e Oceanográfico Naval nos domínios da informação geoespacial, meteorológica e oceanográfica; e a cooperação com os Países de Língua Portuguesa, onde se assume como parceiro para o desenvolvimento da economia do mar no que concerne à hidrografia e à cartografia.

No âmbito das atribuições do IH, o Ministro, lembrou a “grande utilidade na preparação e acompanhamento da ação das nossas Forças Armadas em contextos operacionais, permitindo-lhes informação mais detalhada, atualizada e fiável na preparação da sua ação”.

O Diretor-Geral do IH, Contra-Almirante Carlos Ventura Soares, fez uma breve apresentação do mesmo, que passou pela descrição da sua organização, dos recursos financeiros, meios operacionais, destacando o capital humano, que considerou “fundamental”. 
Enquanto laboratório de estado e órgão da Marinha para as ciências de técnicas do mar, o IH tem vindo, ao longo do tempo, a fortalecer as suas valências nos domínios da previsão e monitorização meteo-oceanográfica (METOC), nomeadamente com a edificação de redes de observação e recolha de dados, assim como com a implementação de sistemas de previsão operacional.

Nessa medida, foi criado, em 2017, o Centro Meteorológico e Oceanográfico Naval (CMETOC), hoje visitado pelo Ministro, que tem por missão “assegurar a gestão e a disponibilização da informação geoespacial, meteorológica e oceanográfica (GEOMETOC), essencial ao planeamento e à condução das operações da Marinha e à atividade do IH, bem como promover e acompanhar a investigação, o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação, no domínio dos produtos e sistemas de apoio GEOMETOC militar”.

A proposta de criação, a partir do CMETOC, de um Centro de Excelência NATO nesta matéria – o NATO Maritime Geospatial, Meteorological & Oceanographic Centre of Excellence -, já em avaliação pela NATO, permite, nas palavras do Ministro, “dar visibilidade ao trabalho de qualidade superior aqui desenvolvido e que pode ser colocado ao serviço da Aliança Atlântica”.

Ainda sobre este projeto, João Gomes Cravinho considera que “dará ao IH, às Forças Armadas e ao país um reconhecimento da qualidade da investigação científica aqui desenvolvida e do seu potencial operacional”.

A terminar o seu discurso, o Ministro destacou o caráter histórico do IH, mas também as possibilidades em aberto para o futuro, “o trabalho para desenvolver este Centro de Excelência é uma forma de dinamizar este futuro, neste caso em particular relacionado com a NATO, mas também mais uma vez com múltiplas possibilidades de utilização civil e militar”. Trata-se, nas palavras do Ministro, de um “reforço entre a Defesa Nacional e o desenvolvimento económico, social, cientifico do nosso país. Creio que aqui congregam-se, de forma simbólica, muitos elementos característicos do relacionamento entre as Forças Armadas e a nossa sociedade para o futuro”.

No próximo ano o Instituto Hidrográfico comemorá o seu 60º aniversário.

Atualizado em: 10-04-2019 12:37 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer