Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Ministro da Defesa Inaugura novas instalações do Arquivo Histórico Militar 
 
 
O espaço moderno, com 15 km de arquivo, está inserido no Polo Cultural do Exército em Lisboa

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, inaugurou hoje a nova casa do Arquivo Histórico Militar, no Largo do Outeirinho da Amendoeira. O espaço moderno, com 15 km de arquivo, está inserido no Polo Cultural do Exército em Lisboa. Gomes Cravinho, espera que este novo espaço fomente o relacionamento com a população em geral, a “relação com especialistas, investigadores, estudantes, jornalistas e com o público em geral, que se interessa por questões de história militar.”

“Devo dizer que é com um sentimento de orgulho, mas também de alguma injustiça que vejo o meu nome associado à inauguração destas instalações”, declarou João Gomes Cravinho, recordando o empenho do seu antecessor, Professor Azeredo Lopes.

“Nós costumamos dizer e com razão que as Forças Armadas são estruturantes para a história de Portugal, para a sociedade e para a cultura de Portugal e tudo isso é verdade. Mas é fundamental que haja da parte da população a possibilidade de compreender a forma como as Forças Armadas são estruturantes para o nosso país”, declarou o Ministro durante a inauguração.

O Chefe do Estado-Maior do Exército, General Nunes da Fonseca anunciou que as estas instalações podem guardar 15 quilómetros de documentação de valor histórico, havendo já dez quilómetros de documentos. Este espólio encontra-se “climatizado, com mobiliário moderno, orientado para a preservação de documentos e com mais segurança”. Segundo o General Nunes da Fonseca, “foi feita uma aposta na formação de técnicos”, através de protocolos com universidades nas áreas da museologia e de ciências documentais.

O Arquivo Histórico Militar foi criado a 25 de maio de 2011, sendo-lhe confiado a missão de guardar, tratar e preservar todos os documentos de valor histórico relativos ao Exército. A origem, de um dos maiores Arquivos Nacionais, remonta ao arquivo do Conselho de Guerra, órgão com funções essencialmente consultivas criado em 11 de dezembro de 1640, que se crê ter sido o primeiro arquivo militar português. Com a constituição da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Guerra, em 1736, todos os assuntos diplomáticos e militares passaram a estar a cargo desta secretaria, originando um novo arquivo.

 

Atualizado em: 16-11-2018 01:16 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer