Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Militares em ações de Proteção Civil: 14 505 militares e 452 713 Km percorridos 
 
 
O Estado-Maior-General das Forças Armadas divulgou esta semana o balanço do apoio prestado pelas Forças Armadas em ações de proteção civil

O Estado-Maior-General das Forças Armadas divulgou esta semana o balanço do apoio prestado pelas Forças Armadas em ações de proteção civil. Entre 1 de janeiro e 31 de outubro estiveram envolvidos 14 505 efetivos, dos quais 688 oficiais, 2.507 sargentos, 11.308 praças e 2 civis. As Forças Armadas disponibilizaram ainda 3.388 viaturas que percorreram 452.713 quilómetros, 305 máquinas de rastos, reabasteceram 82 aeronaves em 4 bases aéreas.

Só entre 1 de julho e 15 de outubro, 3413 militares e 1471 viaturas percorreram 188.609 quilómetros em ações de patrulhamento e vigilância de áreas florestais no continente. Enquanto na Região Autónoma da Madeira 130 militares e 47 viaturas cobriram 5978 quilómetros. Em ações de rescaldo e vigilância ativa pós-incêndio florestal foram destacados 285 pelotões, isto é, 6883 militares e 2 civis, 1146 viaturas e 58 máquinas de rastos.

Até 31 de outubro, as Forças Armadas disponibilizaram 247 Destacamentos de Engenharia na abertura de 55 quilómetros de faixa de gestão de combustível, apropriação de itinerários e outros trabalhos de engenharia. Nestes trabalhos estiveram envolvidos 1031 militares, 485 viaturas, 247 máquinas de rastos, percorrendo 37.302 quilómetros.

Quanto ao apoio aéreo, foram disponibilizados 5 c-295 e 2 C-130 numa missão de transporte de uma força de bombeiros e carga; foram efetuadas 29 missões de evacuação aeromédica e facilitou-se o reabastecimento de combustível de 82 aeronaves. A Força Aérea prestou ainda apoio a aeronaves de delegações estrangeiras com estacionamento, apoio logístico, infraestruturas.

A fim de ligar a Autoestrada 14 à Estrada Nacional 111, as Forças Armadas montaram uma ponte militar com cerca de 55 metros, com capacidade de carga até 40 toneladas, aberta ao tráfego durante um mês na Figueira da Foz.

As Forças Armadas Portuguesas colaboram regularmente em ações de proteção civil, no quadro dos programas e planos de envolvimento aprovados, assim como em resposta a solicitações da Autoridade Nacional de Proteção Civil, no continente, e dos Serviços Regionais de Proteção Civil (SRPC), nas Regiões Autónomas dos Açores e Madeira.

Atualizado em: 14-01-2017 11:08 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer