Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Marcos Perestrello inaugura reforços da segurança marítima na Madeira 
 
 
O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, inaugurou no domingo, 16 de outubro, a Estação Salva-vidas do Funchal, as instalações do grupo de mergulho forense da Polícia Marítima.

O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, inaugurou no domingo, 16 de outubro, a Estação Salva-vidas do Funchal, as instalações do grupo de mergulho forense da Polícia Marítima no Centro Náutico de São Lázaro, e a Estação Radar do Funchal, do projeto Costa Segura. As novas instalações ao dispor da Polícia Marítima irão reforçar a capacidade de monitorização e de segurança marítima na Região Autónoma da Madeira.

"O conjunto de ações que a Autoridade Marítima Nacional tem vindo a desenvolver no último ano na Região Autónoma da Madeira são fundamentais para o exercício da autoridade do Estado no mar", afirmou Marcos Perestrello durante a inauguração, acrescentando que estas instalações são “um reforço das capacidades do Estado e um reforço das capacidades da Região em benefício dos madeirenses e dos portugueses".

A Estação Radar do Funchal, do projeto Costa Segura, "significará uma capacidade muito maior das águas em torno da Região Autónoma da Madeira", considerou Marcos Perestrello. O Comandante da Capitania do Funchal, Félix Marques, sublinhou que esta "irá permitir a segurança da navegação, ações de busca e salvamento e apoiar ações de combate à poluição".

Para o Comandante Félix Marques, a Estação Radar, a Estação Salva-vidas e as novas instalações do grupo de mergulho forense da Polícia Marítima “vêm, claramente, incrementar a segurança de todas as mulheres e homens que utilizam o mar”.

O projeto Costa Segura encontra-se disponível e operável a partir do Piquete da Polícia Marítima e do Centro de Operações Marítimas do Funchal, aumentando assim as condições de segurança nas principais barras e fundeadouros do país, prevendo-se a cobertura total do espaço marítimo, Continente e Arquipélagos dos Açores e da Madeira, até ao final de 2018.

O Costa Segura, projeto promovido pela Autoridade Marítima Nacional, pretende contribuir para a segurança da navegação, efetuando o seguimento da navegação numa área restrita, acompanhando eventuais navios em dificuldade, com avaria ou arribada forçada e, ainda, apoiar ações de busca e salvamento e de combate à poluição.

Para isso, cada estação do Costa Segura possui um radar com uma cobertura de 24 milhas (cerca de 45 quilómetros), uma câmara ótica térmica com capacidade de visão diurna e noturna e um alcance de cerca de três quilómetros, um sistema automático de identificação e seguimento de alvos, com alarmes associados, rádio VHF e um software de integração e gestão da informação.

Atualizado em: 27-10-2016 09:51 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer