Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Marcos Perestrello: "Costa Segura" chegará a toda a costa até ao final de 2018 
 
 
O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, inaugurou em Vila Real de Santo António o primeiro sistema "Costa Segura".
 

O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, inaugurou em Vila Real de Santo António o primeiro sistema ‘Costa Segura’. “Este ano de 2017 instalaremos mais oito estações designadamente aqui na costa algarvia e também nas ilhas, quer nos Açores, quer na Madeira, e no final de 2018 julgamos ter concluída a instalação deste projeto em toda a costa, terminando na costa alentejana e na zona centro”, anunciou Marcos Perestrello, esta terça-feira, dia 11 de abril.

“Prevemos até final deste ano ter a cobertura integral da costa algarvia com este sistema do radar ‘Costa Segura’”, informou o Secretário de Estado da Defesa Nacional durante a inauguração, adiantando que a instalação do projeto em toda a costa terá um custo de dois milhões de euros, traduzindo-se num “projeto de muito baixo custo para o benefício que dele se retira”, considerou.

O sistema Costa Segura, que começou a ser implementado em 2016, “permite que o capitão do porto tenha um instrumento essencial para ter o controlo sobre a área sob sua jurisdição, o que é muito importante, em primeiro lugar, em situações de emergência, como um naufrágio, em que seja precisa a intervenção de meios de salvamento”, explicou Marcos Perestrello.

Este sistema contribui para um reforço da segurança da navegação, auxiliando nas ações de busca e salvamento e de combate à poluição, como esclareceu Marcos Perestrello, exemplificando: nos casos de “acidente que origine uma situação de poluição, como um derrame de gasóleo no mar”, o Costa Segura permite ao Capitão do Porto “perceber exatamente onde esse derrame ocorre e, de uma forma muito mais rápida, direcionar os meios necessários para uma intervenção”.

O Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, o Almirante António Silva Ribeiro, esclareceu que o sistema “permite que o capitão de porto não tenha que se deslocar ao sítio e possa estar numa situação central, ter olhos no terreno e gerir muito melhor o sistema”. Para o Almirante Silva Ribeiro, este sistema proporciona uma “muito melhor gestão de recursos e capacidade em termos de decisão”, permitindo “direcionar as embarcações rapidamente, dizer qual é o caminho mais rápido para lá chegar, e isso dá mais celeridade ao processo de salvamento”.

O Sistema Costa Segura, projeto promovido pela Autoridade Marítima Nacional, pretende contribuir para a segurança da navegação, efetuando o seguimento da navegação numa área restrita, acompanhando eventuais navios em dificuldade, com avaria ou arribada forçada e, ainda, apoiar ações de busca e salvamento e de combate à poluição.

Cada estação do Costa Segura possui um radar com uma cobertura de 24 milhas (cerca de 45 quilómetros), uma câmara ótica térmica com capacidade de visão diurna e noturna e um alcance de cerca de três quilómetros, um sistema automático de identificação e seguimento de alvos, com alarmes associados, rádio VHF e um software de integração e gestão da informação.

Atualizado em: 12-04-2017 14:21 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer