Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Ministro da Defesa Nacional preside à cerimónia de encerramento do curso de Auditores do IDN 
 
 
“Há [na Europa] uma austeridade financeira que tem uma consequência muito prática em todos os orçamentos da Defesa”, alertou Aguiar-Branco.

 

Decorreu no Instituto de Defesa Nacional (IDN) a conferência que assinalou o fim do curso de Auditores de Defesa Nacional promovido por esta instituição.

Perante uma plateia de alunos, convidados e auditores do IDN, o José Pedro Aguiar-Branco fez um discurso onde enquadrou a importância estratégica que a Defesa Nacional desempenha na atualidade. “Será uma grande arrogância intelectual da nossa geração se secundarizarmos as matérias que têm a ver com a defesa nacional”, começou por alertar o Ministro da Defesa Nacional, assinalando em seguida várias condicionantes que nos devem preocupar, nomeadamente o aumento dos radicalismos nacionalistas, a austeridade financeira e a instabilidade social - com o desemprego à cabeça.

Aguiar-Branco mencionou também a alteração do papel que os EUA têm em matéria de defesa global, considerando o corte de 400 mil milhões de dólares previstos para os próximos 10 anos. Perante este cenário, declarou, “a Europa tem de ser mais produtora de segurança e mais ativa na parceria estratégica com a NATO”.

Respondendo àqueles que procuram secundarizar a importância da Defesa Nacional, o governante apontou a missão de evacuação de cidadãos na Guiné-Bissau (ocorrida o ano passado), e o conflito no Mali (aqui bem perto das nossas fronteiras), como exemplos da necessidade em apostar na Defesa.

Relativamente à reforma das Forças Armadas, o Ministro da Defesa Nacional censurou a mentalidade daqueles que “associam uma ideia de reforma a uma lógica de destruição”. Defendeu, pelo contrário, uma lógica de redimensionamento, de reestruturação, “que permita evitar redundâncias, que permita verificar onde é que há sobreposição de competências, onde é que há desperdício, porque isso impõe que as nossas gerações futuras, os nossos filhos, não continuem sequestrados com os condicionalismos que hoje nos estão a ser impostos.”

No final da conferência, o Ministro da Defesa Nacional, acompanhado da Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional e do Diretor do IDN, entregou as medalhas a todos os alunos que frequentaram o curso de 2012-2013 e os diplomas aos alunos do ano anterior.

VIDEO

Atualizado em: 16-05-2013 11:27 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer