Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Ministro da Defesa Nacional defende reforço de cooperação no mediterrâneo 
 
 
O Ministro da Defesa Nacional sublinhou esta manhã, em Tunes, a necessidade de aprofundar a cooperação militar entre os países participantes, de forma a enfrentar os graves desafios que ameaçam a estabilidade do Mediterrâneo ocidental.
 

O Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, sublinhou esta manhã, em Tunes, durante o 11º Encontro dos Ministros da Defesa dos países da Iniciativa “5+5 Defesa”, a necessidade de aprofundar a cooperação militar entre os países participantes, de forma a enfrentar os graves desafios que ameaçam a estabilidade do Mediterrâneo ocidental.

“As ameaças que afetam a nossa região constituem desafios comuns que exigem uma reflexão também ela comum e uma ação concertada dos dez países do Mediterrâneo ocidental”, afirmou o Ministro da Defesa Nacional. A ação destrutiva do Daesh, a proliferação de organizações terroristas transnacionais, as redes de crime organizado e a sua ligação ao tráfico de seres humanos e, em especial, de refugiados e de outros migrantes, foram identificadas por Azeredo Lopes como problemas fundamentais  para a segurança do Mediterrâneo.

O Ministro da Defesa Nacional sublinhou a importância da realização de exercícios militares conjuntos, dando como exemplo mais significativo o Exercício SEABORDER 2015, realizado ao largo de Portimão há cerca de dois meses (29 de setembro a 2 de outubro), e que permitiu testar a interoperabilidade das Forças Armadas dos nove países que integraram o exercício.

“O sucesso deste exercício é certamente a expressão mais visível do reforço da confiança entre as nossas Forças Armadas, contribuindo para a sua interoperabilidade”, afirmou Azeredo Lopes, “e constitui uma boa razão para mantermos como objetivo o reforço deste tipo de iniciativas”, acrescentou.  

Portugal tem em desenvolvimento vários projetos de cooperação entre as Forças Armadas Portuguesas e as Forças Armadas dos países do sul do Mediterrâneo que integram a Iniciativa “5+5 Defesa”, abrangendo a formação, o treino e exercícios militares, assim como o desenvolvimento das respetivas indústrias de defesa.

O 11º Encontro de Ministros da Defesa da Iniciativa “5+5 Defesa” decorreu nos dias 9 e 10 de dezembro em Tunes e reuniu os Ministros da Defesa dos 10 países do Mediterrâneo que integram esta iniciativa – Argélia, França, Itália, Líbia, Malta, Marrocos, Mauritânia, Portugal, Espanha e Tunísia –, que se comprometeram na declaração final do encontro a consolidar a cooperação a 10, em especial no domínio da segurança e estabilidade das fronteiras, e afirmaram a sua determinação em estabelecer mecanismos comuns para o desenvolvimento de capacidades operacionais e troca de informações para enfrentar de modo mais eficaz as ameaças e os desafios comuns.

Durante o encontro a Tunísia transmitiu a presidência da Iniciativa “5+5 Defesa” à Argélia, que terá a responsabilidade principal pela dinamização das atividades desta plataforma de cooperação na área da defesa para 2016. 

Atualizado em: 18-12-2015 17:17 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer