Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Hospital das Forças Armadas já tem brasão oficial 
 
 
Foi hoje publicada, em Diário da República, a heráldica oficial do Hospital das Forças Armadas, cujo símbolo principal será um leão-marinho alado.
 

Foi aprovada a heráldica oficial do Hospital das Forças Armadas (HFAR), bem como todos os modelos heráldicos relativos a esta instituição.

O novo brasão tem por símbolo principal um leão-marinho alado, capaz de se movimentar em terra, no ar e no mar, constituindo, por isso, uma figura que evoca os três ramos das Forças Armadas. Empunha na garra uma vara de esculápio, sendo esta o símbolo tradicional da medicina.

Este brasão oficial foi declinado em vários modelos heráldicos, compostos pelo brasão e estandarte oficiais do HFAR, e pelo brasão e galhardete oficiais do Diretor daquela instituição.

Este conjunto heráldico agora publicado em Diário da República, tem por divisa a frase "Que glória alcance por saber cuidar", enaltecendo assim todos aqueles que estão envolvidos na superior missão de tratar as vidas humanas.

 

Sobre a Heráldica

A heráldica, cujas origens remontam ao longínquo século XII, surgiu no ocidente europeu ligada à guerra e ao desenvolvimento do equipamento militar. Mas foi sobretudo com a realização dos torneios e justas que ela teve um grande impulso, tendo sido largamente difundida. Para se distinguirem e serem reconhecidos, os cavaleiros medievais começaram a ostentar no seu equipamento, em particular nos escudos, desenhos e figuras de cores garridas. Os desenhos podiam ser geométricos, representar animais ou ser de inspiração vegetalista. Inicialmente estas figuras eram simples e estilizadas, de modo a que o seu portador pudesse ser facilmente identificado. Com o tempo estes símbolos transitariam para as gerações seguintes, passando a representar não apenas a família ou linhagem daquele que o ostentava, mas também o estatuto da nova classe social em ascensão: os cavaleiros. 

A Heráldica, considerada uma ciência auxiliar da História, pode ser classificada em várias categorias: Familiar, de Domínio (cidades, vilas, freguesias), Eclesiástica, Militar e Corporativa.

Embora a Heráldica Familiar seja, talvez, a vertente mais popular e difundida, a Heráldica Militar tem sido objecto de grande atenção por parte das Forças Armadas Portuguesas, que a desenvolveu e atualizou para o contexto dos nossos dias. Como elemento distintivo e emblema identificador, ela diferencia toda a hierarquia militar e as suas estruturas, estando presente nos uniformes, transportes, armamento, edifícios, aviões, navios, carros de combate, entre outros.

Atualizado em: 05-03-2013 10:12 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer