Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Grupo de Mergulho Forense e Operações Policiais Subaquáticas celebra 10 anos de existência 
 
 
O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, presidiu esta quinta-feira, nas instalações da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, em Setúbal, à cerimónia comemorativa

O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, presidiu esta quinta-feira, nas instalações da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, em Setúbal, à cerimónia comemorativa dos 10 anos do Grupo de Mergulho Forense e Operações Policiais Subaquáticas (GMF-OPS) da Polícia Marítima.

O Secretário de Estado sublinhou no seu discurso que durante estes 10 anos “esta unidade especial da Polícia Marítima (PM), dotada de capacidade para executar operações de mergulho forense tem vindo a afirmar-se no âmbito da investigação criminal” no meio subaquático.

Marcos Perestrello afirmou ainda que o GMF-OPS ao longo destes anos realizou inúmeras operações no meio, desde “a recuperação de objetos de diversas dimensões, que vão desde aeronaves até pequenas armas, assim como a realização de peritagens em acidentes marítimos ou de mergulho” traduzindo-se em “mais de nove mil horas de imersão pelos mergulhadores do Grupo Forense”.

Para o Secretário de Estado sempre que a segurança e o interesse público o exijam “esta força da PM está pronta para desenvolver as medidas adequadas à proteção de pessoas e bens nas áreas sob soberania ou jurisdição nacional ou em áreas marítimas e não marítimas, fora do território nacional”.

O Secretário de Estado da Defesa Nacional enalteceu ainda o trabalho realizado por este Grupo Forense e exortou-os para que “continuem o excelente serviço que tem prestado à PM, à Autoridade Marítima Nacional e ao país”.

A cerimónia prosseguiu com a leitura do louvor coletivo, concedido pelo Almirante Autoridade Marítima Nacional, ao GMF-OPS, como reconhecimento dos serviços prestados ao longo da sua existência.

Antes de terminar, a PM e a Polícia Judiciária (PJ) assinaram um protocolo em que estas duas forças trocarão formação e apostarão juntas em métodos de investigação de crimes que tenham acontecido no meio aquático. 

O Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, Almirante Mendes Calado, o Comandante-Geral da Polícia Marítima, Vice-Almirante Sousa Pereira, o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Manuel Pisco Lopes, a Presidente do Conselho de Administração dos Portos de Setúbal e de Sesimbra, Lídia Sequeira, inspetores e colaboradores da Polícia Marítima e autoridades judiciárias marcaram presença nesta cerimónia. 

  

Atualizado em: 21-05-2018 15:05 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer