Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Exercício da Força Aérea reúne cinco países aliados e 3500 militares em Beja 
 
 
O Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, assistiu terça-feira, em Beja, a uma demonstração de capacidades militares do exercício multinacional “Real Thaw 16”, da Força Aérea Portuguesa
 

O Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, assistiu terça-feira, em Beja, a uma demonstração de capacidades militares do exercício multinacional “Real Thaw 16”, da Força Aérea Portuguesa, que reúne 3500 militares de cinco países aliados e 42 meios aéreos.

O Ministro da Defesa Nacional destacou o “modo exemplar do planeamento e execução do exercício”, considerando-o um fator de “prestígio, que dignifica a Força Aérea e o Estado Português”. “Aquilo que de bom for atribuído às nossas Forças Armadas reflete-se nas nossas relações externas e na nossa capacidade de intervenção nas relações internacionais”, afirmou.

Azeredo Lopes sublinhou ainda o facto de o exercício cobrir “uma panóplia notável de situações com que as nossas forças podem vir a ser confrontadas num qualquer teatro de operações onde sejam destacadas”, o que permite uma preparação “mais eficiente, com meios alargados, para que o elemento surpreendente seja diminuído o mais possível” 

O Real Thaw, exercício anual da Força Aérea, privilegia a operação conjunta com outros países e a interoperabilidade entre os vários ramos das Forças Armadas (Exército e Marinha). Participam no exercício deste ano forças da Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos da América, Holanda e ainda meios aéreos da NATO.

Durante as duas semanas de exercício, a Força Aérea tem destacados em permanência 23 meios aéreos (helicópteros ALIII, EH101; aeronaves P3C, C295, C130, caças F16M e Alpha-Jet), o Exército participa com a Brigada de Reação Rápida e a Brigada Mecanizada, a Marinha tem empenhados o Destacamento de Ações Especiais e os seus meios navais. Os países aliados participam com diferentes meios aéreos (caças F-15, aeronaves C-130, MV22, C-212, DA-20).

Participaram também na visita ao exercício o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, os Chefes do Estado-Maior da Força Aérea, do Exército e da Armada, deputados da Comissão de Defesa Nacional, autoridades locais, bem como representantes nacionais e estrangeiros das forças militares presentes.

Atualizado em: 11-03-2016 21:56 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer