Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Estandarte Nacional de Macau entregue à Liga dos Combatentes 
 
 
Cerimónia de entrega do Estandarte Nacional de Macau à Liga dos Combatentes contou com a presença do último Governador, General Rocha Vieira.
 

“Naquele dia 19 de Dezembro de 1999, Portugal não deixava meramente um espaço físico, Portugal deixava pessoas, deixava um pedaço de si, ali estava também, e continua a estar, nesse sentido por mais belo e mais imaterial, um bocado da nossa pátria”, declarou o Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes.  

“Tive o privilégio de ser testemunha de um momento de rara importância simbólica. E nós precisamos muito de símbolos”, afirmou Azeredo Lopes, recordando as imagens da entrega do Estandarte Nacional ao General Rocha Vieira, então Governador de Macau, no dia da transferência da soberania plena do território; a mesma bandeira que o General Rocha Vieira entregou neste dia à guarda da Liga dos Combatentes.

O Presidente da Liga dos Combatentes, General Chito Rodrigues, afirmou que a Bandeira Nacional que o General Rocha Vieira entregou à Liga dos Combatentes “enriquecerá o poder simbólico da instituição e reforçará um dos seus objetivos estatutários: a promoção da história de Portugal e de honra à Pátria”. Chito Rodrigues destacou ainda que no próximo dia 9 de abril, dia do Combatente, “a bandeira nacional ficará na Sala das Oferendas, no Mosteiro de Santa Maria da Vitória”.

Para o General Rocha Vieira, esta cerimónia teve também um significado simbólico muito especial. O último governador de Macau afirmou que na transferência de soberania daquele território “Portugal honrou os seus compromissos perante a lei, perante a sua história e perante as responsabilidades que tinha sob a população de Macau, independentemente da sua etnia”.

Terminou o seu discurso referindo que a Liga dos Combatentes é o fio condutor das “gerações dos nossos antepassados, que no mundo construíram a presença de Portugal, que é respeitada pela comunidade internacional, pelos povos onde estivemos” e sempre “honrando a Bandeira Portuguesa”.

A cerimónia contou também com a presença do Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, do Chefe de Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), General Artur Pina Monteiro, e dos Chefes dos três ramos militares, assim como do General Ramalho Eanes e do Professor Adriano Moreira

 

Atualizado em: 11-03-2016 21:50 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer