Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Ensino Superior mais favorável com Defesa Qualifica+ 
 
 
Decorreu quarta-feira, no Salão Nobre do Ministério da Defesa Nacional, a Cerimónia de Assinatura de Protocolos entre o Ministério da Defesa Nacional e oito estabelecimentos do ensino superior, no âmbito do projeto “Defesa Qualifica +”.
 

O Ministério da Defesa Nacional e oito estabelecimentos de Ensino Superior assinaram quarta-feira, 1 de junho, protocolos que facilitarão o acesso aos diferentes agentes da Defesa - militares, antigos militares, militarizados e civis – a pós-graduações, mestrados e doutoramentos, com descontos que podem chegar aos 20% nas propinas anuais.

 “O objetivo essencial desta feliz associação prende-se com a criação de mecanismos que permitam a diferentes agentes da Defesa Nacional aprofundar as suas competências e qualificações académicas em condições mais favoráveis e adequadas às suas necessidades formativas”, declarou o Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, durante a cerimónia de assinatura de protocolos no âmbito do projeto “Defesa Qualifica +”.

 Uma das missões destes protocolos é a de facilitar a transição profissional entre a vida militar e a vida civil profissionalmente ativa, disponibilizando para o efeito um conjunto de serviços que lhes possibilitem um adequado percurso formativo e uma orientação eficaz para o emprego. “É essencial que os cidadãos que exercem ou exerceram funções nas Forças Armadas possam dispor de soluções que lhes permitam não só de obter o reconhecimento das suas competências, mas também melhorar as suas qualificações, de modo a ganhar bons créditos para o acesso ao mercado de trabalho”, explicou Azeredo Lopes.

 Por sua vez, o Diretor-Geral de Recursos da Defesa Nacional, Alberto Coelho, sublinhou que este Programa visa promover, junto dos militares e ex-militares do Regime de Contrato, o apoio no percurso do Ensino Superior, através da “reformulação do subsídio para pagamento de propinas e da agregação de um conjunto de prestigiadas entidades parceiras”, oferecendo condições mais vantajosas a estes militares.

Os protocolos foram assinados pelo Ministério da Defesa Nacional, através do Diretor-Geral de Recursos da Defesa Nacional, Alberto Coelho, e pelos representantes das oito instituições de ensino superior: o Reitor Luís Antero Reto, do Instituto Universitário de Lisboa, o Reitor Mário Caneva Moutinho, da Universidade Lusófona, o Reitor João Proença, da Universidade Europeia, a Vice-Reitora Ausenda de Cáceres Balbino, da Universidade de Évora, o Presidente Manuel Meirinho, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas, o Presidente Manuel Damásio, do Grupo Lusófona, a Presidente do Instituto Superior de Educação e Ciências, Maria Cristina Ventura, e a Subdiretora da Faculdade de Farmácia, da Universidade de Lisboa, Maria Soveral Rodrigues.

Atualizado em: 21-06-2016 08:46 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer