Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Cidade de Elvas acolhe o Dia do Exército 
 
 
Ministro da Defesa valoriza “capacidade de concretização” do Exército

A cidade de Elvas foi o palco escolhido para as comemorações do Dia do Exército este ano. Entre 21 e 23 de outubro, realizaram-se várias atividades militares que terminaram ontem com uma cerimónia no Rossio de São Francisco, presidida pelo Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes.

Na sua intervenção, o Ministro da Defesa Nacional sublinhou que “não há estruturas e lideranças fortes sem uma preocupação continua com a transparência, o rigor e a ética”, considerando que “a liderança do Exército tem sabido abordar os problemas e obstáculos com frontalidade, mas também com bom senso e serenidade, o que tem revelado uma irrepreensível capacidade de concretização”.

Para Azeredo Lopes, o Exército é um exemplo pelo “esforço de modernização” persistente, através do “redimensionamento do efectivo, o dispositivo, o reequipamento, a gestão sustentada e ponderada dos recursos”.

O Ministro da Defesa Nacional destacou ainda a participação do Exército em missões internacionais (Lituânia, Kosovo, Iraque, República Centro-Africana e Mali), as quais tem desempenhado com inteiro “profissionalismo e eficiência”, sendo assim “agente de segurança internacional e um elo no reforço das nossas alianças externas”.

O Chefe de Estado-Maior do Exército (CEME), General Rovisco Duarte, justificou a escolha de Elvas para as comemorações pela sua “história militar e reconhecimento do património existente”. Destacou ainda “as relações de proximidade, cooperação e entreajuda” que existem entre este ramo das Forças Armadas e a cidade, o que é também extensível a toda a região alentejana.

Ainda durante o seu discurso, o Comandante do Exército destacou todos os militares e civis que “generosa e abnegadamente” servem fora do território nacional, “cumprindo missões nos seus mais diversos países” e agradeceu a todos os ex-combatentes e deficientes das Forças Armadas, pelo “esforço e dedicação, na certeza de que o Exército não os esquecerá”.

A cerimónia terminou com o desfile das forças em parada apeado e motorizado, comandada pelo Brigadeiro-General Xavier de Sousa, e uma demonstração aéreo-terrestre.

Participaram também na cerimónia o General Ramalho Eanes, o Dr. Nuno Mocinha, Presidente da Câmara Municipal de Elvas, o Tenente-General Carvalho Cordeiro, Chefe da Casa Militar do Presidente da República, Representantes do Poder Local e das Instituições Regionais, Dirigentes do Ministério da Defesa Nacional e militares e civis que servem no Exército.

Intervenção do Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes

Atualizado em: 16-11-2016 11:47 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer