Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
MDN reitera esforços do Governo para mitigar reestruturação na Base das Lajes. 
 
 
Portugal solicitou reunião extraordinária com os Estados Unidos, para debater o assunto.
 

José Pedro Aguiar-Branco reiterou, hoje, na Assembleia da República, onde esteve, numa audição conjunta com o Ministro Paulo Portas, o esforço do governo português para mitigar a reestruturação da Base das Lajes.

Na sua intervenção, o Ministro da Defesa Nacional datou as diversas reuniões ocorridas entre os dois países, nos últimos meses, bem como as conversações que ainda se seguem. A este propósito ficou a saber-se, que Portugal solicitou aos Estados Unidos uma reunião extraordinária para discutir o assunto.  

José Pedro Aguiar-Branco lembrou os cortes orçamentais nos Estados Unidos e que levam a diminuição de importância da Baje das Lajes para aquele país assumida, publicamente, desde 2009 em documentos internos do Pentágono.

O Ministro da Defesa Nacional lembrou ainda que em 2001 houve na base da ilha Terceira 1823 voos militares e 403 voos civis e em 2011, passado dez anos, registaram-se apenas 662 voos militares e 300 civis. 

Questionado sobre os trabalhadores civis na Base da Lajes José Pedro Aguiar-Branco esclareceu que existem atualmente 828 trabalhadores civis portugueses, sendo 617 pagos por fundos inscritos no orçamento do Departamento de Defesa norte-americano e 211 por fundos provenientes de receitas geradas localmente. Destes ficarão, 320 trabalhadores pagos pelos fundos apropriados. No que respeita aos trabalhadores pagos por fundos não apropriados a redução poderá ser de 211 para 80 sendo que este número ainda poderá ser revisto.

 

Atualizado em: 14-12-2012 21:40 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer