Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Azeredo Lopes preside à Cerimónia de brevetamento dos novos pilotos da Força Aérea 
 
 
Ao todo, receberam o brevet nove alferes do grupo “Mustangs”, que ingressaram na Academia da Força Aérea em 2011

O Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, esteve presente, esta manhã, na cerimónia de brevetamento dos novos pilotos da Força Aérea, que decorreu na Base Aérea n. º 1, em Sintra. Ao todo, receberam o brevet nove alferes do grupo “Mustangs”, que ingressaram na Academia da Força Aérea em 2011. Trata-se de uma cerimónia repleta de simbolismo e que marca uma nova etapa na carreira dos Pilotos Aviadores.

“Abraçar a carreira militar e a carreira de piloto aviador militar, em particular, merecem o nosso profundo respeito e consideração, sobretudo, e cada vez mais, conhecendo-se a multiplicidade de oportunidades que o mercado e a sociedade civil podem, muito legitimamente, apresentar. Mas vós escolhestes antes servir Portugal e, por isso, vos elogio, também como Ministro e como cidadão”.

Durante a cerimónia, o Ministro da Defesa Nacional referiu “as grandes esperanças” que são agora depositadas nos oficiais que hoje receberam as “asas” acrescentando que não duvida de que estes estejam “à altura” das missões que lhes forem atribuídas.

Saudando, em particular, a Esquadra 101, responsável pela instrução dos futuros pilotos - não só da Força Aérea, mas também dos outros Ramos das Forças Armadas – o Ministro da Defesa destacou o empenho e a qualidade de formação desta Esquadra.

“Hoje disso temos a demonstração, a prossecução de um ensino e formação militares, modernos e alicerçados na permanente procura pela qualidade e pela excelência é fundamental para ter umas Forças Armadas modernas, capazes e prontas para enfrentar qualquer tipo de missão em qualquer tipo de teatro ou cenário. A conquista e sustentação desse nível de exigência – que se impõe a todas as Forças Armadas - requer escolhas sábias, esforço e intenções elevadas, sem descurar uma inteligente execução”, defendeu Azeredo Lopes.

O Ministro da Defesa Nacional frisou ainda que “a modernização das Forças Armadas têm sido uma prioridade deste governo”, como o demonstra os três anos consecutivos da aplicação da Lei de Programação Militar “sem cativações”, e concluiu garantindo: “enquanto Ministro da Defesa continuarei a zelar por umas Forças Armadas modernas e capazes, cada vez mais profissionais e eficientes”, frisou.

Atualizado em: 22-01-2018 14:43 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer