Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
Autoridade Marítima e Parques de Sintra celebraram protocolo de parceria para o farol do Cabo da Roca 
 
 
O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, presidiu hoje à assinatura de protocolo entre a Direção-Geral da Autoridade Marítima e a Parques de Sintra – Monte da Lua SA

O Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, presidiu hoje à assinatura de protocolo entre a Direção-Geral da Autoridade Marítima e a Parques de Sintra – Monte da Lua SA, para estabelecer uma parceria na gestão da zona do farol do Cabo da Roca.

O protocolo celebrado estabelece os termos da cooperação recíproca, a fim de potenciar a utilização, exploração e conservação do Farol do Cabo da Roca nas suas vertentes de património natural e edificado, com base na implementação de um plano de gestão que visa a dinamização da visitação e fruição desse espaço.

O protocolo foi assinado por parte da Direção-Geral da Autoridade Marítima pelo seu Diretor-Geral, o Vice-almirante Luís Sousa Pereira, por parte da Parques de Sintra – Monte da Lua SA, pelo Presidente do Conselho de Administração, Manuel Simões Carrasqueira Batista, numa cerimónia onde também estiveram presentes o Vice-presidente da Câmara Municipal de Sintra, Rui Pereira, o Sub-Diretor-Geral da Autoridade Marítima, Comodoro Ventura Soares, e outras autoridades militares e locais.

Na ocasião, o Presidente do Conselho de Administração da Parques de Sintra referiu que “o Cabo da Roca encerra um valor histórico emblemático”, era considerado, para os antigos povos da bacia do Mediterrâneo, “o fim do mundo conhecido”, e é hoje “um ponto geográfico de visita obrigatório da maioria das rotas de peregrinação cultural da região”. “Esperamos, assim, que este sítio, de tão elevada importância, possa vir a beneficiar” numa ótica de “visitas sustentável” em que se promova a “qualidade e a segurança da visita” e que se venham a dotar os equipamentos a instalar de “adequados suportes de interpretação e das melhores condições de acessibilidade”.

Carrasqueira Simões Batista concluiu afirmando que o protocolo celebrado é um “exemplo notável de articulação entre entidades públicas com vista à prossecução dos mais nobres objetivos de salvaguarda dos valores patrimoniais que lhe foram confiados”.

Por sua Vez, o Diretor – Geral da Autoridade Marítima afirmou que “este tipo de parcerias é fundamental para trazer mais pessoas a estes espaços” para que se possa “dá-los a conhecer, a grande História e preservação da memória histórica dos faróis”, é sobretudo “um sinal de respeito por aquelas pessoas, que ao longo deste tempo, com muito poucos recursos, mas com grande dedicação e amor pelos faróis, têm sido capazes de os manter como estão hoje”.

O Almirante Sousa Pereira terminou a sua intervenção desejando  à “parceria que hoje protocolamos, seja um sucesso para os faróis” e que quando as pessoas os visitarem “conheçam os espaços e os faroleiros, que têm sido eles os grandes obreiros do que tem acontecido nos faróis”

 

Atualizado em: 24-04-2017 18:28 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer