Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
RESERVADO
INSTITUCIONAL
A Europa tem de definir uma estratégia "que sirva as suas premissas civilizacionais" 
 
 
Mais de 200 pessoas participaram esta manhã na sessão de abertura do seminário internacional, que reuniu durante todo o dia, no Instituto de Defesa Nacional, em Lisboa, para debater a Estratégia Global da União Europeia
   

Mais de 200 pessoas participaram esta manhã na sessão de abertura do seminário internacional, que reuniu durante todo o dia, no Instituto de Defesa Nacional, em Lisboa, vários especialistas nacionais e estrangeiros para debater a Estratégia Global da União Europeia.

Na intervenção inaugural do seminário, o Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, começou por defender que “estamos no momento certo para testemunhar que a Estratégia Europeia de Segurança adotada em 2003, revista em 2008, deixou de conseguir responder plenamente aos desafios de um ambiente geopolítico em acelerada mutação e, diriam alguns, em acelerada confusão.”

Para Azeredo Lopes, “a Europa precisa de estabelecer, com confiança, os pilares de uma estratégia de política externa e de segurança que seja própria, que sirva as suas premissas civilizacionais num mundo globalizado”. Um dos principais desafios é “impedir que se proclamem como europeias várias e dispersas políticas externas e de segurança”, afirmou o Ministro da Defesa Nacional. Assim, concluiu, é tempo de a Europa definir “um modo de agir europeu que os europeus compreendam, aceitem e legitimem”.

Azeredo Lopes defendeu ainda a importância de uma “União Europeia também na Defesa”, alertando que não se deve “subestimar a dimensão da Defesa na discussão da nova estratégia global, reconhecendo a transversalidade deste setor e explorando todo o potencial da Política Comum de Segurança e Defesa.”

O seminário internacional A Estratégia Global da União Europeia é uma organização conjunta dos Ministérios dos Negócios Estrangeiros e da Defesa Nacional de Portugal, o Colégio Europeu de Segurança e Defesa, o Instituto de Estudos para a Segurança da União Europeia e o Instituto de Defesa Nacional, e constitui uma iniciativa integrada nos debates em curso sobre a Estratégia Global da União Europeia que deverá ser aprovada pelo Conselho Europeu no próximo mês de junho.

 - Discurso do Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes

 

Atualizado em: 12-02-2016 10:49 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer