Saltar para o conteúdo principal
HOME
ATUALIDADE
MULTIMÉDIA
LIGAÇÕES
GESTÃO
ÁREA RESERVADA
“Novo patamar” na cooperação entre Portugal e São Tomé no domínio da defesa 
 
 
O Ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes, e o Ministro Defesa e Administração Interna de São Tomé e Príncipe, Arlindo Ramos, assinaram esta quinta-feira, dia 8, um novo programa quadro de cooperação para o triénio 2018-2020

O Ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes, e o Ministro Defesa e Administração Interna de São Tomé e Príncipe, Arlindo Ramos, assinaram esta quinta-feira, dia 8, um novo programa quadro de cooperação para o triénio 2018-2020 e um memorando de entendimento sobre a permanência, por um ano, do navio patrulha “Zaire”, atualmente nas águas do arquipélago.

No final da cerimónia onde também esteve presente o primeiro-ministro de São Tomé, Patrice Trovoada, o Ministro da Defesa português sublinhou que o novo programa quadro de cooperação corresponde a “um novo patamar no relacionamento” bilateral, “com benefícios que se querem mútuos e partilhados”.

Azeredo Lopes destacou ainda que os dois países abandonaram o “conceito mais restrito da cooperação técnico militar”, para aderirem a outro “mais alargado, no domínio da defesa, que envolve toda a atividade de cooperação”.

O Ministro da Defesa lembrou, seguidamente, que o “Zaire” irá patrulhar uma região atravessada por algumas das mais importantes rotas do comércio internacional, sulcadas amiúde por navios com pavilhão português, cuja segurança importa acautelar. Segundo Azeredo Lopes, “lamentavelmente, tem-se verificado [nesta região] um aumento crescente, felizmente mais controlado, de atividades ilícitas no mar como a pirataria, o roubo à mão armada e os tráficos de arma, de droga e de pessoas por via marítima”.

O patrulha “Zaire” cumprirá uma missão com a duração prevista de um ano e irá materializar o apoio de Portugal a São Tomé e Príncipe para capacitar operacionalmente a sua Guarda Costeira e, simultaneamente, contribuir para que o exercício da Autoridade do Estado deste país do Golfo da Guiné, no mar, seja reforçado. O “Zaire” proporcionará atividades de treino e qualificação aos elementos da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe, que implicará um conjunto elevado de aulas teóricas, práticas e de treinos no mar. Esta missão de capacitação dos elementos da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe não se limitará apenas às áreas iminentemente operacionais e técnicas, mas também à organização logística e administrativa num programa estruturante.

O navio reabastecedor “Bérrio” acompanhou a viagem do “Zaire”, providenciando os apoios necessários ao arranque da missão deste navio em São Tomé e Príncipe. Posteriormente, irá apoiar na missão “Mar Aberto” a fragata “Álvares Cabral”, que zarpou esta quarta-feira, dia 7, da Base Naval de Lisboa.

Atualizado em: 16-02-2018 12:00 
QUEM SOMOS CONTACTOS MAPA DO SITIO
Desenvolvido por ATASA, Centro de Dados da Defesa/SG/MDN @ 2012 Defesa Nacional - Optimizado para Internet Explorer